Jornal de Brasília

Informação e Opinião

JBr TV

Mais de uma vez, nos encontros com seus seguidores no cercadinho montado em frente ao Palácio da Alvorada, ouviu-se o presidente Jair Bolsonaro dirigir-se à sua claque: “Zero corrupção no meu governo. Zero”.

É claro. Já havia um ministro respondendo a duas investigações na Polícia Federal até a quarta-feira desta semana: Ricardo Salles, no Meio Ambiente. Um filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro, é alvo de investigação sobre suposto esquema de rachadinha em seu gabinete quando era deputado estadual.

É claro. São investigações em curso. Mas são denúncias de irregularidade e desvio. Mas sobre elas Bolsonaro sempre poderá dizer que não o envolviam diretamente. E, no caso de Salles, poderá dizer que ele pediu demissão, embora tenha sido alvo de efusivos elogios na véspera da sua saída.

A denúncia investigada agora na CPI da Covid não lhe garante a possibilidade dessa ginástica retórica. O deputado Luís Miranda (DEM-DF) afirma que avisou diretamente a Bolsonaro sobre as irregularidades que envolviam o negócio, que faziam com que a vacina indiana Covaxin viesse a ser adquirida com um valor 1000% mais alto que o oferecimento inicial feito pelo laboratório Barath Biontech em correspondência anterior da Embaixada da Índia. Viesse a ser de longe a vacina mais cara adquirida pelo Brasil, ao preço de US$ 15 a unidade.

Se Bolsonaro nada fez com o alerta feito por Luís Miranda, trata-se de crime de prevaricação, quando o servidor público omite-se de tomar providências quanto a atos irregulares na administração do seu conhecimento.
Se havia pressão para acelerar o contrato de compra da vacina em termos que a encareciam de maneira exorbitante, o rastro de tal pressão pode também chegar ao Palácio do Planalto. Se a pressão vinha do gabinete do então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ele sempre fez questão de que ali agia sob as ordens do presidente. “Um manda, outro obedece”, repetindo as suas palavras.

Ninguém deve esperar consequências contra o governo no plano judicial a partir das investigações da CPI. Uma sugestão de indiciamento por crime comum vinda da CPI tem pouquíssima chance de prosperar por ação do procurador-geral da República, Augusto Aras. Uma sugestão de indiciamento por crime de responsabilidade, da mesma forma, dificilmente se transformará em processo de impeachment pelas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira.

Mas, a partir da investigação da CPI, constrói-se um discurso a ser usado pelos adversários de Bolsonaro nas eleições de 2022. Um discurso que, na comparação com Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, os iguala. Ambos talvez agora tenham que explicar os esqueletos de corrupção escondidos nos seus armários.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Adeus, mas nem tanto

Ao longo de pouco mais de dois anos, com muita alegria pelos resultados obtidos, fui o editor chefe da edição impressa do Jornal de Brasília. Mas a vida dá voltas, “esquenta e esfria”, como escreveu Guimarães Rosa. E novos desafios surgiram no meu horizonte que me obrigam a deixar o jornal e comunicar a você, leitor, que esta é a última coluna InFormação de minha autoria.

Digo que esta é um “adeus, mas nem tanto” porque minha ligação com o Jornal de Brasília tornou-se inquebrável, por tudo o que essa experiência sempre representará para mim. Ainda estarei presente em conteúdos no site, como o JBrNews e o podcast semanal. A todos os que prestigiaram este espaço com suas leituras, agradeço imensamente!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Coluna Informação #082 – Zero corrupção no governo?
JBr News
JBr News #197 – Sai o líder da boiada em dia de denúncia sobre vacina
JBr Saúde

Os problemas cardiovasculares, como o infarto, são a principal causa de morte de pessoas do sexo masculino. A segunda é o câncer de próstata. Mas há uma importante relação entre ambas, que é a necessidade do homem estar atento e acompanhar de perto a sua saúde de forma preventiva, e não somente quando já aparece algum problema. E tal acompanhamento deve ser feito nas clínicas e consultórios que tratam de um modo geral da saúde do homem. Esse é o tema do JBrSaúde desta semana. Todas as quintas-feiras, o JBrSaúde, parceria com o grupo Imagem&Credibilidade, vai ao ar no site do Jornal de Brasília, com apresentação de Estevão Damázio.

Para tratar do tema da saúde do homem, o JBrSaúde recebeu o médico andrologista e urologista Wellington Alves Epaminondas, coordenador do Serviço de Andrologia e Saúde do Homem do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN).
Segundo Wellington, o homem está prestando mais atenção à sua saúde. Em muitos casos, segundo ele, o paciente chega ao consultório puxado pela esposa. Ao contrário do homem, as mulheres têm uma cultura maior de acompanhamento da sua saúde. “Mas temos visto que os homens estão mais antenados”, diz ele.

“E não é somente o câncer de próstata”, alerta ele. E é aí que há alguma conexão entre as duas principais causas de mortalidade dos homens e a necessidade de acompanhamento. Há, segundo Wellington, uma relação importante entre a disfunção erétil e problemas cardiovasculares. A perda de ereção pode estar relacionada a problemas circulatórios. Então, ela é um alerta que não deve ser ignorado. E a disfunção erétil não é somente a perda total da capacidade de ereção.

“Mais de 40% dos homens têm algum grau de disfunção erétil. Grau leve, que leva a ser ignorado ou à automedicação, com o uso, por exemplo de Viagra. E o homem está desprezando um alerta importante”, diz Wellington.

Esses sinais de alerta virão da observação de algum tipo de perda visível na rotina sexual. “Luz amarela quando a ereção não é mais a mesma”, resume o médico andrologista. Diminuição da rigidez ou dificuldades para que ela comece ou se mantenha.

Ele chama a atenção também para a redução daquelas ereções matinais, involuntárias. Elas acontecem por um mecanismo de proteção do organismo. Para manter a oxigenação do tecido cavernoso. Com a maturidade, elas começam a diminuir. E isso pode provocar fibrose dos corpos cavernosos. Que levam a dificuldades para inicia e manter a ereção, até o ponto em que o homem perde essa capacidade. “E é somente aí que ele fica preocupado, quando já deveria observar os primeiros alertas”, diz Wellington.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

JBr Saúde #016 – Disfunção erétil pode ser alerta para outros problemas graves
JBr News
JBr News #196 – Suspeitas no rastro do dinheiro
JBr Literatura

A nossa entrevistada desta semana é a mineira da cidade de Timóteo a escritora Fernanda Santana. Formada em Ciências Contábeis, ela é sócia de um escritório de contabilidade e, por mais que ame o que faz sua paixão sempre foi à literatura. Nesta entrevista Fernanda que é casada e tem três felinos – gatos – como filhos, nos conta que é fã de carteirinha de Nicholas Sparks e o tem como principal inspirador na sua escrita. Nicholas um Católico assumido que nos relata que encontra paz na religião e ainda acrescenta que dá “beleza à sua vida”.

Leitora compulsiva desde a adolescência, sempre teve facilidade na escrita e capacidade de tirar lágrimas das pessoas com suas palavras. Mesmo sendo amante de um romance fofo e clichê, também adora livros de terror e suspense. A adrenalina do medo é algo que a fascina.

É autora de mais de 9 romances publicados na Amazon outras obras, sempre cercadas de drama e histórias que levam os leitores a muitas reflexões. Em breve terá um de seus livros relançado pela editora Crystal Books.

Fernanda Santana

De volta para mim – Amazon

Cristina Xavier é arquiteta e está trabalhando duro na reforma de seu escritório e embora tenha um bom desenvolvimento profissional, não pode dizer o mesmo do seu casamento. Seu marido, André Xavier é o típico workaholic e dono do maior escritório de advocacia da cidade, dando prioridade sempre para o trabalho e deixando de lado algo muito mais importante: seu casamento.

O tão esperado dia da inauguração do escritório de Cristina chega e tudo parece um sonho exceto pelo detalhe de que a pessoa que mais importava não esteve presente. Em meio à discussão mais séria do relacionamento dos dois, Cristina deseja o pior ao seu marido. E esse pior, infelizmente acontece.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um romance intenso, cercado de drama, te levará a refletir sobre as suas escolhas, sobre perdão e recomeços. Um coração profundamente machucado será capaz de dar uma nova chance? Breve na Editora Crystal Books.

Fernanda Santana – Amazon

Acredite em mim

O que fazer quando você não se sente digno de alguém? Rafael Sanches se sente exatamente assim. Por mais que sua vida profissional seja cercada de risos, não se pode dizer o mesmo de sua vida pessoal. Um erro do passado o marcou e a solidão se tornou a sua melhor companhia. Ele se conformou com a vida tranquila que leva, até conhecê-la. Camila Moura é dona de um sorriso delicado e um coração enorme. Desde nova, carrega consigo muitas responsabilidades na vida, como cuidar sozinha do filho de oito anos e ainda lidar com a dor da perda precoce de seu marido. Ela nunca deixou que ninguém se aproximasse, protegendo o seu coração e a sua família. Mas o que fazer quando o novo professor de seu filho é lindo, atencioso e ama e compreende o garotinho como se fosse seu? Seria o momento de Camila se deixar levar pela voz do coração? E Rafael estaria pronto para enfrentar os fantasmas do passado e se permitir ser feliz? Acredite em mim é o primeiro livro da Trilogia Anjos Protetor, que traz histórias independentes de amor e superação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fernanda Santana

Confie em mim: Amazon

Gabriel Drummond tinha a vida perfeita, um bom emprego, um lar e uma linda família, até que um trágico acidente lhe tirou tudo. O jovem juiz criminal achou que o trabalho o ajudaria a suprir a falta que suas garotas faziam, mas ele continuou se fechando para o mundo e passou a viver um dia de cada vez, um dia mais próximo do fim. Isso até conhecê-la. Julia Duarte acredita que vive o relacionamento dos sonhos. Seu marido é tudo o que ela tem, pois nunca teve uma família. Ela está disposta a aceitar todas as migalhas que Raul pode oferecer para não o perder. Mas até quando vale a pena se anular por um relacionamento que não te faz feliz? Ela não sabe o que fazer e nem como se libertar de um relacionamento abusivo. Em um momento de desespero, Julia quase coloca tudo a perder. Gabriel não imaginava que estava prestes a mudar a sua vida quando subiu ao telhado de seu prédio durante a noite. Julia não imaginava que no momento mais difícil, um anjo a salvaria. Agora, resta a ela escolher entre ser feliz ou viver para sempre na escuridão. Confie em mim é o segundo livro da Trilogia Anjos Protetores, que traz histórias independentes de amor e superação.

Fernanda Santana

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entregue-se a mim: Amazon

Miguel Torres sofreu um grande trauma em sua infância e, em virtude disso, decidiu se tornar policial militar. O jovem sargento leva consigo a missão de salvar vidas e fazer justiça, principalmente se for contra violência feminina. Em um dia habitual de trabalho, seu caminho cruza com o de uma ruiva misteriosa que precisava de sua ajuda. Ele não sabe quem ela é, mas algo nos olhos dela o deixou hipnotizado. Isabela Mayrink é muito jovem para o fardo que carrega em sua vida. A professora infantil escolheu essa profissão por querer estar sempre perto da pureza e inocência das crianças, longe de toda crueldade humana. Ela viveu de perto a perversidade masculina e por isso fechou-se em um casulo. Isabela tem verdadeiro pavor do contato masculino, jamais permitindo qualquer aproximação. Isso até conhecê-lo. Miguel enxerga algo nela que ninguém mais viu e fará de tudo para conquistar a sua confiança. A moça, por sua vez, precisará decidir se mantém o seu coração seguro ou se permitirá que aquele anjo faça parte de sua vida. “Entregue-se a mim” é o terceiro e último livro da Trilogia Anjos Protetores, que traz histórias independentes de amor e superação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
JBr Literatura #016 – Entrevista com a escritora Fernanda Santana