Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Kassab anuncia que PSD está livre para apoiar qualquer candidato a presidente

Percorrendo o Brasil, Kassab vai do Sul ao Norte do país em menos de 24 horas, lança senador Petecão ao governo

Foto: Reprodução

Percorrendo o Brasil, Kassab vai do Sul ao Norte do país em menos de 24 horas, lança senador Petecão ao governo e diz que vitória será no primeiro turno.

O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, está percorrendo o Brasil para lançar nomes do partido ou selar acordos para as próximas eleições, visando eleger o maior número de candidatos da sua legenda. A maratona do político paulista é de domingo a domingo, prestigiando todas as regiões do país.

Neste final de semana foi ao longínquo Acre para o lançamento da pré campanha da chapa majoritária encabeçada pelo senador pessedista Sérgio Petecão, numa coligação com o Pros e o Avante.

Kassab saiu de Curitiba, capital do estado sulista do Paraná, no final da tarde de sexta-feira (20) e amanheceu no sábado (21) em Rio Branco, capital do Acre, no extremo norte do país, com 2h a menos de fuso horário. “Para mim não há distância nem obstáculo que impeça de prestigiar nossos candidatos de uma ponta a outra desse imenso Brasil”, declarou logo cedo numa reunião interna com os pré-candidatos a deputados estaduais e federais do partido.

À tarde, já estava no Encontro Estadual do PSD onde foram oficialmente lançadas as pré-candidaturas do Senador Petecão (PSD) ao governo, do vice João Tota Filho do mesmo partido e da deputada federal Vanda Milani (Pros) para o senado.

O evento reuniu mais de 2.000 pessoas no Rancho Boi Cagão, em Rio Branco, de propriedade do senador acreano.

Na oportunidade Kassab falou da possibilidade real de crescimento da legenda nas próximas eleições e não teve dúvidas em afirmar que o pré-candidato ao governo, senador Sérgio Petecão, deverá ser eleito no primeiro turno, desbancando o atual governador Gladson Cameli (PP) também pré-candidato à reeleição, que está muito desgastado pela acusação de desvio de mais de 800 milhões, dos cofres públicos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cameli foi alvo de buscas e apreensões em sua residência particular e no próprio gabinete do tradicional Palácio Rio Branco. A ação batizada de Operação Ptolomeu prendeu preventivamente a chefe de gabinete do governador Rosângela Gama por autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo o Kassab, o senador Petecão possui a qualificação necessária para assumir o comando do Palácio Rio Branco.

“Ele é preparado e não tenho dúvidas que ele será eleito no primeiro turno. Foi deputado estadual por 12 anos, um dos melhores por sinal. Ele está pronto para ser governador do Acre”, declarou o presidente do PSD.

O ex-prefeito de São Paulo disse ainda que a sigla não deverá lançar candidatura própria à presidência da República, deixando assim, cada Estado livre para escolher qual candidato deverá apoiar no pleito eleitoral.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Cada estado vai ficar livre para decidir como achar melhor”, concluiu.








Você pode gostar