Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Motorista é condenado por morte no trânsito

Pouco antes, o motorista já havia batido em outro carro e corria para também fugir da primeira colisão

Foto: Agência Brasília

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) conseguiu a condenação de um homem por assassinato ocorrido em 2014, na Epia Sul.

Segundo o MPDFT, Pedro Paulo Cardoso Cabral andava em alta velocidade na via e colidiu com o carro de Alessandro Oliveira da Conceição. Cabral fugiu sem prestar socorro.

Pouco antes, Pedro Paulo já havia batido em outro carro e corria para também fugir da primeira colisão.

De acordo com a promotoria, a morte da vítima foi causada de forma voluntária porque, ao dirigir em altíssima velocidade e de modo agressivo, o réu assumiu o risco de matar.

O promotor de Justiça Davis Barbosa da Paixão destacou que o trânsito é o maior espaço de convívio comunitário de nosso tempo e que deve ter por princípios norteadores a solidariedade, a fraternidade, a empatia, a prevenção e a cordialidade.

Para ele, a condenação mostra que a sociedade não tolera mais a violência no trânsito. “Essa necessária alteração de mentalidade pode irradiar efeitos positivos em diversos outros campos da coexistência nos centros urbanos”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar