Brasília

Covid-19: DF novamente registra mais de mil casos em 24hrs

Do total de 296.694 mil casos, 4.838(1,6%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus e 283.381 (95,5%) estão recuperados

Guilherme Gomes
[email protected]

O Distrito Federal (DF) registrou, nas últimas 24 horas, 1.079 novos diagnósticos de covid-19. Desde o início da pandemia, 296.694 pessoas já foram infectadas na capital e, nesta domingo (28), 8.475 casos estão ativos.

As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (32.426), Plano Piloto (27.828) e Taguatinga (23.822). Nas últimas 24 horas foram registrados 7 óbitos, sendo que, deste total, um faleceu neste domingo.

Do total de 296.694 mil casos, 4.838(1,6%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus e 283.381 (95,5%) estão recuperados. Do total de óbitos, 435 eram moradores de outros estados.

Com relação ao local de residência dos casos, 260.175 (87,7%) residem no DF e 23.214 (7,8%) residem em outras Unidades Federadas (UF), sendo que os municípios do entorno respondem pela maior proporção dos casos de outras UF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A mediana de idade do total de casos confirmados é de 39 anos, variando entre 0 e 107 anos, e a de óbitos é de 71 anos variando de 0 e 107. A letalidade do Distrito Federal é de 1,7% enquanto a taxa de
mortalidade é de 144,0 por 100 mil habitantes.

Confira a data de ocorrência notificados em 28/02/2021

Data de ocorrência n
23/02/2021 1
24/02/2021 1
26/02/2021 1
27/02/2021 3
28/02/2021 1

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Manifestações contra o lockdown

Conforme anunciado ontem pelo Jornal de Brasília, comerciantes e empresários do DF se reuniram, neste domingo (28), no Lago Sul (DF) para protestarem contra o decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB), que suspende todas as atividades e o funcionamento de estabelecimentos comerciais e industriais considerados não essenciais a partir de hoje.

O objetivo da manifestação no Lago Sul era chegar até a casa do governador, localizada no bairro nobre de Brasília. Em um primeiro momento, os manifestantes não conseguiram sucesso pois a via de acesso estava bloqueada pela Polícia Militar (PM). Entretanto, foram a pé até a porta da casa de Ibaneis. Com gritos de “Fora Ibaneis” os manifestantes se aglomeraram e foram acompanhados de perto pela PM.

Outro protesto estava marcado para acontecer às 11hrs também em Brasília. Os manifestantes devem se reunir no estacionamento do Estádio Mané Garrincha e seguir em carreata até o Buriti.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar