Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Biblioteca Nacional reabre com capacidade reduzida

A novidade é a inauguração da audioteca, em que usuários poderão ouvir mais de 100 livros gravados, a maioria de literatura

Foto: Agência Brasília

A partir da próxima segunda-feira (27), a Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) voltará a funcionar com capacidade reduzida entre 50 e 60%, em razão da pandemia de covid-19. Além da reabertura, o espaço ainda receberá uma novidade.

A novidade é a inauguração da audioteca, em que usuários poderão ouvir mais de 100 livros gravados, a maioria de literatura, obtidos por doação, com a previsão de inserção de novos audiolivros nos próximos meses. “Com muita alegria, estamos reabrindo ao público. Sabemos que as bibliotecas públicas são espaços importantes para a comunidade e nos empenhamos para reabrir o mais rápido possível, seguindo todas as recomendações neste momento de pandemia. Esperamos que a BNB volte ao cotidiano de tantos usuários, na busca por conhecimento, informação, cultura e entretenimento”, declara a diretora da BNB, Elisa Raquel Sousa Oliveira.

O horário de funcionamento da biblioteca passa a ser de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados e domingos, das 8h30 às 13h30. O agendamento prévio para empréstimo de livros continua.

Os usuários podem consultar o acervo no www.bnb.df.gov.br e solicitar o empréstimo domiciliar por até 30 dias pelo e-mail: [email protected] O acesso ao acervo vai ser restrito aos funcionários para evitar contaminação, e os livros devolvidos passarão por quarentena de 10 dias antes de retornar às estantes.

Para usar os espaços e as estações de estudo do 2º e do 3º andar, os usuários devem fazer reserva no site Minha Agenda Virtual. Demais espaços poderão ser ocupados por ordem de chegada até a capacidade estabelecida pela BNB, com monitoramento por servidores.

Para usar as salas de estudo em grupos e os espaços Clic, Geeek e Zen, basta procurar a equipe de atendimento nos balcões. O Espaço Infantil permanecerá fechado.

Todos os protocolos e medidas de segurança adotados na reabertura da BNB estão presentes no art. 5º do Decreto nº 41.913, de 19 de março de 2021, que prevê distanciamento de dois metros, uso de máscaras, higienização das mãos com álcool em gel e medição de temperatura na entrada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Audioteca

Segundo a diretora da BNB, a proposta da audioteca é a de ser um espaço de motivação e de inclusão para o usuário com algum tipo de deficiência visual, estimulando a participação autônoma de pessoas com baixa visão, falta de sensibilidade na ponta dos dedos para leitura em braile e portadores de condições como mal de Parkinson, entre outras. Os textos, em áudio, reproduzidos em computador, são no formato mp3.

Todos os audiolivros foram doados pela Fundação Dorina Nowill. Serão disponibilizados inicialmente 123 títulos diferentes, 128 exemplares. Entre os títulos estão autores como Manoel de Barros, Pedro Bandeira, Paulo Freire, Agatha Christie, Augusto Cury, Stephen King e José Saramago.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar