Siga o Jornal de Brasília

Professor M.

A Era do 3EX chegou, e rápido!

Publicado

em

Facebook

Se você ainda tem dúvida que a Era do 3EX (EXposição EXtrema EXponencial) não existe ou não está acontecendo, ou ainda, não acontecerá, é prudente começar a refletir sobre o tema.

As estatísticas sobre uso da Internet e de APP (aplicativo móvel) indicam que estamos caminhando a passos largos à Exposição Extrema Exponencial.

Segundo dados da APP Annie, cedidos pela Apple e pelo Google, chineses e japonês tem em média 100 aplicativos instalados em seus telefones, e usam com frequência 40 deles.

Os brasileiros possuem em torno de 83 aplicativos e costumam usar 41 deles nos telefones. Os indianos possuem quase 80 aplicativos nos telefones e costumam usar mais de 40 deles.

A soma dos downloads da App Store e do Google Play chegaram a 27,5 bilhões em 2018. Sendo 19,2 bilhões na App Store e 8,2 bilhões no Google Play, com receitas totais de US$ 18,5 bilhões.

Em conexões na internet, o brasileiro em 2018 foi vice-campeão mundial, passando em média nove horas e 29 minutos conectado à rede diariamente. Em termos globais, as pessoas passam em média seis horas e 42 minutos conectada à internet.

Nas redes sociais, passamos em média três horas e 34 minutos conectados diariamente. São dados de pesquisa realizada pela Hoopsuite e We Are Social.

Com esses números fica mais fácil imaginar o quanto nossas informações estão expostas às organizações proprietárias desses aplicativos e dos repositórios sobre nossa navegação na internet.

Exposição consentida

Grande parte de nossa exposição às organizações proprietárias de App, e das páginas que interagimos navegando na internet, são consentidas, têm nossa autorização.

Podemos questionar o “como” e a “forma” em que consentimos armazenarem, processarem e manipularem nossas informações pessoais mas, não podemos negar que essas organizações nos auxiliam em diversas funções, atividades e informações.

Seria um pensamento do tipo: é o preço que pagamos pela conveniência de facilitarem nossa vida diariamente. Precisam nos conhecer para nos auxiliarem.

Parece até uma consulta médica, em que eu digo as “dores” que tenho (diagnóstico) e os profissionais de saúde apresentam os remédios (prognósticos).

Exposição incondicional

De acordo com pesquisa da Hoopsuite e We Are Social, WhatsApp, Facebook, Instagram e Facebook Messenger, os quatro aplicativos pertencentes às empresas de Mark Zuckerberg, foram os mais baixados em 2018 em smartphone e tablets no Brasil.

Imaginemos então, os dados que geramos nos quatro aplicativos, sendo coletados, cruzados e trabalhados conjuntamente, o quanto as organizações de Zuckerberg sabem sobre nós e nos conhecem.

Nossos hábitos, costumes, pensamentos, reflexões, ideias e imagens processadas por algoritmos com os mais diversos objetivos. Conversamos um pouco sobre isso no artigo “Privacidade deve ser o maior desejo no futuro“.

Os dados “isolados” apresentam um certo tipo de informação, mas os dados “cruzados” mostram uma nova visão sobre os usuários e clientes dessas organizações.

Informações obtidas incondicionalmente por quem usa os aplicativos e sites. Incondicional, aqui tem o sentido de “sem restrições’; cruzar os dados plenamente.

Marcos Santos/USP

Exposição Exponencial

A Apple Store quando foi inaugurada a 10 anos atrás, disponibilizava 500 APP para seus usuários. Em 2018 chegou a 2,1 milhões de títulos à disposição dos clientes.

Segundo estimativas da App Anie, em 2022 o Brasil deve superar os oito bilhões de downloads de aplicativos para dispositivos móveis, superando os Estados Unidos, China e Índia. Desde 2015, crescemos em 20% esses downloads.

Chegamos a um ritmo exponencial de exposição, em que a velocidade de utilização de aplicativos e páginas da internet alcançou uma velocidade extrema e inimaginável a tempos atrás.

Podemos afirmar, com certa segurança, que chegamos a um nível alto de dependência dessa tecnologia, das facilidades e conveniências que nos proporcionam, o quanto resolvem muitos de nossos problemas.

E existem mais componentes a serem inseridos nesse contexto exponencial, como por exemplo as Cidades Inteligentes (smart cities) e a Internet das coisas (internet of things – IoT), que multiplicarão em muito a rapidez de integração, cruzamento e processamento de informações.

Nos artigos “Inteligência artificial dará as cartas no futuro” e “Imortalidade digital e gestão de negócios” abordamos conceitos e visões que também se encaixam nesse contexto exponencial.

Regulamentando a exposição

Movimentos mundo afora tem se preocupado com a privacidade de dados e informações das pessoas, em como protege-las e como induzir movimentos com princípios éticos e morais na manipulação pelas organizações.

No Brasil, a Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018, que entrará em vigor no ano de 2020, dispõe sobre a proteção de dados pessoais, disciplinando seu uso por pessoas físicas e jurídicas:

Art. 1º.  Esta Lei dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural.

Os termos e referências estão postos. Só o tempo dirá o quanto será efetiva!

Fica a expectativa de quanto tempo vai durar a Era do 3EX (EXposição EXtrema EXponencial) . Ou, será que vai acabar algum dia, no ritmo em que a tecnologia se coloca e na velocidade em que nos envolvemos com ela?

Prof. Manfrim. L. R.

Compulsivo em Administração (Bacharel). Obcecado em Gestão de Negócios (Especialização). Fanático em Gestão Estratégica (Mestrado). Consultor pertinente, Professor apaixonado, Inovador resiliente e Empreendedor maker.

Explorador de skills em Gestão de Projetos, Pessoas e Educacional, Marketing, Visão Sistêmica, Holística e Conectiva, Inteligência Competitiva, Design de Negócios, Criatividade, Inovação e Empreendedorismo.

Navegador atual nos mares do Banco do Brasil, UDF/UnicSul e mentoria a Startups. Já cruzou os oceanos do IMESB-SP, Nossa Caixa Nosso Banco (NCNB) e Cia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Contato para palestras, conferências, eventos, mentorias e avaliação de pitchs: [email protected]

Linkedin – Prof. Manfrim

Currículo Lattes – Prof. Manfrim

_____________________________________________________________________________


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade 
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade