Siga o Jornal de Brasília

Professor M.

Imortalidade digital e gestão de negócios

A imortalidade digital será uma realidade em breve e ela poderá auxiliar Inovadores e Empreendedores em suas jornadas.

Publicado

em

Pesquisa realizada no MIT (Massachusetts Institute of Technology), a universidade privada de pesquisa localizada em Cambridge, Massachusetts, Estados Unidos, já permite que você crie seu personagem digital que pode interagir com as pessoas em seu nome depois que você estiver morto.

A tecnologia proporciona a criação de um Avatar Digital em uma plataforma de inteligência artificial com aplicativos capazes de manter uma conversa virtual e interagir por meio de um bate-papo bastante natural.

A imortalidade já é possível, ao menos no ambiente virtual!

A matéria-prima da imortalidade virtual é a sua memória virtual, tudo que você conseguir acumular digitalmente em locais como o Facebook, Instagran, Twitter, Youtube, Linkedin, Pinterest, entre outros, para compor um histórico do que você realizou e reuniu nos anos de vida.

É a partir desse conhecimento virtual que a plataforma de inteligência artificial vai interagir com as pessoas, por meio de chatbot (ou chatterbot), vídeo chat, um personagem animado em 3D em um ambiente de realidade virtual (ou realidade aumentada) ou um robô humanoide por exemplo.

O desafio da inteligência artificial é equalizar o contexto, o conteúdo emocional (você estava brincando? Irritado?) e a semântica de sua memória virtual, para que possa transmitir com a maior naturalidade possível o seu “eu” para as pessoas que interagirem com seu Avatar.

A imortalidade virtual e os Inovadores e Empreendedores

No futuro poderemos ter Avatares de personagens contemporâneos importantes na área de negócios, inovação, empreendedorismo e pesquisas administrativas e de gestão de negócios.

Imagine poder interagir digitalmente com Steve Jobins, fazendo perguntas sobre processos de inovação e criação de novos produtos? Conversar virtualmente com Peter Drucker sobre gestão de negócios? Esclarecer questões de produção e qualidade com Edwards Deming?

Um consultor de negócios renomado pode cobrar milhares de dólares por hora para prestar serviços a uma organização. Imagine então que as pessoas poderiam consultar um Avatar desse consultor, por um preço muito mais baixo.

Mesmo vivos, importantes personagens da área de negócios poderiam disponibilizar parte de sua interação para versões digitais de si mesmos, permitindo a democratização de determinado tipo de conhecimento.

Que tal uma consultoria virtual com os Avatares de Elon Musk, Bill Gates, Mark Zuckerberg, Garrett Camp e Travis Kalanick ou Muhammad Yunus?

Essa capacidade de compartilhar e democratizar conhecimentos por meio desses Avatares representará uma evolução exponencial na criação de novos modelos de negócios (financeiros e/ou sociais).

Já pensou em ter um Avatar seu!?

———————————————————————————————————————

Prof. Manfrim, L. R.

Compulsivo em Administração (Bacharel). Obcecado em Gestão de Negócios (Especialização). Fanático em Gestão Estratégica (Mestrado). Consultor pertinente, Professor apaixonado, Inovador resiliente e Empreendedor maker.

Explorador de skills em Gestão de Projetos, Pessoas e Educacional, Marketing, Visão Sistêmica, Holística e Conectiva, Inteligência Competitiva, Design de Negócios, Criatividade, Inovação e Empreendedorismo.

Navegador atual nos mares do Banco do Brasil e UDF/Cruzeiro do Sul. Já cruzou os oceanos do IMESB-SP, Nossa Caixa Nosso Banco (NCNB) e Cia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Freelance em atividades com a Microlins SP, Sebrae DF e GDF – Governo do Distrito Federal.

Contato para palestras, conferências, eventos, mentorias e avaliação de pitchs: professor.manfrim@gmail.com.

Linkedin – Prof. Manfrim

Currículo Lattes – Prof. Manfrim

______________________________________________________________________


Você pode gostar
Publicidade