Siga o Jornal de Brasília

Professor M.

Privacidade deve ser o maior desejo no futuro



Você já parou para refletir o quanto de sua vida, pensamentos, sentimentos e comportamentos estão disponíveis para outras pessoas e organizações?

Você já parou para pensar na quantidade de informações que gera inconscientemente, involuntariamente e irrefletidas diariamente?

Você já parou para ponderar o quanto as pessoas e organizações sabem de nós de forma bastante fácil e acessível?

Se é bom ou ruim, positivo ou negativo, ético ou antiético e se é benigno ou maligno, também fica essa meditação?

Existe apenas uma certeza, ciente ou inocentemente, informações sobre nós estão espalhadas por todo o universo virtual e digital.

Estamos entrando na Era do 3EX (EXposição EXtrema EXponencial), onde a cada dia dados e informações sobre nós se propagam mundo afora, com um controle duvidoso e uso controverso por pessoas e organizações.

A “vida ao vivo” em redes sociais e no ambiente virtual se tornou tão natural quanto a própria existência humana factual. E tudo transformado em Bit, em zero ou um (0 ou 1), disponível para análises, estudos e manipulações.

Uma coisa é certa, estaremos em breve no limiar entre “liberdade extrema de exposição” e “supervisão e monitoramento amplo de terceiros”!

Tecnologias de nossa vida

A cada dia surgem algoritmos para nos auxiliar no cotidiano, e são muito bem vindos. Muitos facilitadores de tarefas e resolvedores de problemas, dos mais banais como organizar uma agenda pessoal ou uma consulta em um buscador na internet, quanto os de diagnóstico médico.

Todos eles coletam nossas informações para processamento e análise para nos auxiliarem em diversas funções, em diversas áreas do conhecimento.

Facebook, Google, Microsoft e Apple são alguns exemplos de organizações que detêm inúmeras informações sobre nosso cotidiano, nossa vida, nossos pensamentos e nossos relacionamentos.

O registro de stories nas redes sociais leva nosso dia a dia para o mundo virtual, sem muitas vezes percebermos que participamos involuntariamente de um Big Brother Global, sutil e inconsciente.

A produção de dados e informações pessoais pode ser bastante positiva, e falamos sobre isso nos artigos “Imortalidade digital e gestão de negócios” e “Inteligência artificial dará as cartas”.

Permanecer plugado e conectado ao mundo virtual é uma paixão, mania, moda e fixação de muita gente. Aliás, se tornou até profissão e fonte de receita e renda para pessoas e organizações: Empreendedores da vida ao vivo na internet!

Cesar Ogata/ SECOM

Algoritmos valem mais que ouro

Imagine aquele relógio inovador e tecnológico de monitorando de algumas funções do corpo humano, que auxilia bastante nas atividades físicas, monitoramento do sono e na qualidade de vida, gerando dados e informações interativas com os smartphones e dados armazenados na nuvem.

Qual a probabilidade de sucesso dessas informações poderem detectar precocemente a propensão a certas doenças?

A possibilidade de um profissional de saúde nos auxiliar se amplia e eleva em muito a capacidade analítica clínica de diagnóstico e prognóstico médico com esse monitoramento. Claro, não podemos deixar de considerar outros exames clínicos necessários.

Para profissionais de marketing, são informações que podem subsidiar as estratégias de negócios de organizações, proporcionando o melhor momento de interação e abordagem de venda a clientes.

Que tal oferecer aquele produto e (ou) serviço que você andou consultando nos portais de comércio eletrônico na manhã em que você teve a melhor noite de sono dos últimos tempos?

Que tal ofertar aquele produto e (ou) serviço que você andou pesquisando na internet sobre noites revigorantes na manhã em que você teve o pior sono dos últimos tempos?

Qual hora do dia seus batimentos cardíacos estão mais estáveis, a pressão arterial mais equilibrada e a temperatura corporal mais adequada ao clima do dia, para receber uma oferta de produtos e (ou) serviços?

Qual a probabilidade de sucesso dessas vendas com as informações coletadas pelo relógio de pulso?

Essa assertividade e conveniência só é possível pelo nível e estágio da tecnologia atual. Nós, pessoas de negócios, inovadores e empreendedores, temos à disposição inúmeros instrumentos e ferramentas que estão transformando o marketing, as vendas, o compartilhamento e a interação com os clientes.

Um novo universo criativo de algoritmos surgiu nas últimas décadas, pesquisadores e cientistas se debruçam diariamente na busca pela evolução da ciência de dados.

Desejo de privacidade

A história recente de grandes organizações tecnológicas mostra que é real a quebra de sigilo e o compartilhamento das informações de seus usuários para fins comerciais e de negócios.

Qual será o antídoto ao 3EX? Renúncia à vida virtual? Abdicar à liberdade digital? Combater a vigilância virtual e digital?

São reflexões a serem colocadas na mesa de debate e desafios a serem superados por todos nós, em diversos fóruns de discussão em grupos sociais, governamentais e empresariais.

Viveremos em breve essa dualidade entre a necessidade de informações para os algoritmos nos auxiliarem em nossa vida e o limite de exposição dos dados gerados.

Uma coisa é certa, a cada dia encontramos mais pessoas se manifestando pelo desejo de privacidade no mundo virtual, de proteção de identidade e restrição de acesso às informações e dados pessoais.

Preservar a privacidade vai ser um artigo de luxo no futuro!

Compulsivo em Administração (Bacharel). Obcecado em Gestão de Negócios (Especialização). Fanático em Gestão Estratégica (Mestrado). Consultor pertinente, Professor apaixonado, Inovador resiliente e Empreendedor maker.

Explorador de skills em Gestão de Projetos, Pessoas e Educacional, Marketing, Visão Sistêmica, Holística e Conectiva, Inteligência Competitiva, Design de Negócios, Criatividade, Inovação e Empreendedorismo.

Navegador atual nos mares do Banco do Brasil, UDF/UnicSul e mentoria a Startups. Já cruzou os oceanos do IMESB-SP, Nossa Caixa Nosso Banco (NCNB) e Cia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Contato para palestras, conferências, eventos, mentorias e avaliação de pitchs: [email protected]

Linkedin – Prof. Manfrim

Currículo Lattes – Prof. Manfrim

 _____________________________________________________________________________________________________________

 

Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade