Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Senadores acusam Wajngarten de mentir na CPI: “Ninguém é imbecil aqui”

“Por favor, não menospreze nossa inteligência, ninguém é imbecil aqui”, disse Aziz. “O senhor está mentindo aqui para todos nós”, disse o presidente Omar Aziz

Por Willian Matos 12/05/2021 11h56
Foto: Agência Senado

O ex-secretário de Comunicação Fábio Wajngarten, que é ouvido pela CPI da Covid nesta quarta-feira (12), foi acusado pelo relator da comissão, Renan Calheiros, e pelo presidente, Omar Aziz, de faltar com a verdade durante o depoimento.

Como relembrado por Omar Aziz, Wajngarten foi convocado porque, no mês passado, deu entrevista à revista Veja dizendo que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi incompetente na negociação de compra de vacinas contra a covid-19. Wajngarten era sabatinado por Renan Calheiros sobre as declarações dadas à Veja, quando negou que teria dito o que está na entrevista. Aziz, então, interrompeu e sinalizou que poderá tomar uma “medida mais radical”.

“Senhor Fábio, o senhor só está aqui por causa da entrevista à revista Veja, senão a gente nem lembraria que o senhor existia”, disse Aziz. “Você chamou o Pazuello de incompetente na revista, disse que a Pfizer tinha cinco escritórios de advocacia e que o governo estava perdido. Ninguém nem chamaria o senhor aqui”, prosseguiu.

“Ele está aqui tangenciando sobre as perguntas. Depois, a gente toma uma medida mais radical, e aí vão dizer que nós somos isso, aquilo. Por favor, não menospreze a nossa inteligência, ninguém é imbecil aqui. Não faça isso com a gente. O senador Renan está demorando demais porque vossa excelência não está respondendo. O senhor está mentindo aqui para todos nós.”

Aziz continuou a advertir Wajngarten: “Vossa Excelência está confiando em quê lá na frente, meu amigo? Porque, deixa eu lhe dizer uma coisa: isso tem consequências futuras. Só quem enfrentou processo sabe que isso não acaba amanhã. A gente se sente meio protegido quando tem o poder por trás da gente. Depois que não tem o poder, a gente fica abandonado, e aí vem o arrependimento. Eu estou lhe dando um conselho: seja objetivo e verdadeiro aqui na CPI.

Em seguida, a sessão foi suspensa por cinco minutos para que Wajngarten converse com um advogado no período.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar