Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Covas prevê que ButanVac esteja disponível no último trimestre de 2021

Presidente do Butantan disse que o Ministério da Saúde não tem dado nenhum tipo de ajuda para a produção

Por Willian Matos 27/05/2021 11h27
Covas na CPI Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O presidente do Butantan, Dimas Covas, declarou nesta quinta-feira (27) que a vacina ButanVac, contra a covid-19, pode estar disponível para a população brasileira no último trimestre de 2021.

Covas, que depõe à CPI da Pandemia, afirmou que o Butantan já tem 6 milhões de doses em processamento e que poderia entregar pelo menos 40 milhões até o último trimestre deste ano “se tudo acontecer como planejado”. “É uma vacina que já incorpora variantes”, assegurou.

Covas disse que espera iniciar os estudos clínicos. “Estamos num processo final de aprovação da Anvisa para início dos estudos clínicos e esperamos muito rapidamente concluir esses estudos”.

O presidente do Butantan revelou que o Ministério da Saúde não tem prestado apoio ao Butantan para produção da ButanVac. “O Ministério tem conhecimento do projeto. Eu apresentei pessoalmente ao ministro Queiroga, ele visitou as instalações, mas não há nenhuma tratativa nesse momento neste sentido”, comentou. Covas disse também que o instituto não chegou a pedir apoio financeiro.








Você pode gostar