Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Fazendeiros ameaçam soltar dois milhões de cães em Seul após governo tentar banir carne de cachorro

A proposta pode afetar até 200 fazendeiros que vivem deste comércio

Por Gabriel Resende 01/12/2023 1h08

Os fazendeiros de carne de cachorro de Seul ameaçaram soltar dois milhões de cães em locais públicos e na casa de legisladores, após o governo da Coreia do Sul propôs banir a carne de cachorro no país provocando essa reação dos produtores.

A proposta pode afetar até 200 fazendeiros que vivem deste comércio.

As autoridades repreenderam as manifestações feitas pela Associação de Fazendeiros de Carne de Cachorro do país. Essa não é a primeira vez que esses protestos ocorrem, em anos anteriores, projetos de lei semelhantes foram críticados pelos produtores e restaurantes que vivem deste comércio.

Em 2019, os produtores fizeram um evento de degustação de carne de cachorro em frente à Assembleia Nacional da Coreia do Sul enquanto defensores dos direitos animais conduziam uma ação exigindo o banimento do comércio.
Cerca de 86% da população sul-coreana não possui interesse em comer cães, segundo pesquisa da HSI (Humane Society International).

 






Você pode gostar