Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Cinema

Adolescentes britânicos vestidos de Gru são proibidos de entrar em sessões de “Minions”

O alvoroço foi provocado por alguns jovens espectadores, animados por um viral do TikTok, a ‘Trend’ #gentleminions

O alvoroço foi provocado por alguns jovens espectadores, animados por um viral do TikTok, a 'Trend' #gentleminions Foto: Reprodução

Vários cinemas britânicos proibiram o acesso de adolescentes vestidos de terno e gravata para assistir o último filme lançado da saga dos “Minions” (Minions 2: A Origem de Gru). O alvoroço foi provocado por alguns jovens espectadores, animados por um viral do TikTok.

Seguindo a ‘Trend’ #gentleminions, grupos de adolescentes foram vestidos de terno e gravata – imitando o personagem principal Felonius Gru – e atrapalharam a projeção do filme, que estreou no Reino Unido na sexta-feira (01), para fazer gravações para publicar nas redes sociais.

“Devido a um pequeno número de incidentes em nossos cinemas durante o fim de semana, tivemos que restringir o acesso às salas em determinadas circunstâncias”, explicou um porta-voz da rede de cinemas Odeon.

The Mallard, único cinema da ilha anglo-normanda de Guernsey, parou de projetar o filme devido a um “comportamento incrivelmente incorreto” de alguns grupos.

Foto: Reprodução

O diretor do cinema, Daniel Phillips Smith, explicou à BBC que jovens cinéfilos haviam “falado palavrões, atirado objetos” e brigado com outros espectadores durante as sessões.

Por conta da pandemia, a produtora Universal atrasou a animação em dois anos. A sequência explora as origens do personagem principal da franquia, desde ‘Meu Malvado Favorito’ com a bilheteria de 3.7 bilhões de dólares em 2010, segundo o site especializado IMDB, e os muitos produtos derivados.

O filme retorna ao começo de Gru, o fracassado vilão desta saga que, ainda adolescente e rodeado de um exército de “Minions”, busca integrar-se em um grupo de vilões: o Vicious 6.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por sua vez, a Universal aprovou através de um tuíte o movimento dos jovens: “Para todos que aparecerem de terno aos @Minions: nós vimos e amamos vocês”.

© Agence France-Presse








Você pode gostar