Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF deflagra Operação Alquimia para deter comércio ilegal de medicamentos

Foram cumpridos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão contra grupo suspeito de esquema de tráfico de drogas e comércio ilegal de medicamento

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Por meio da Coordenação Especial de Repressão à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária (Cecor/PCDF), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (11) a Operação Alquimia com o cumprimento de cinco mandados de prisão temporária e oito mandados de busca e apreensão em desfavor de um grupo de indivíduos suspeito da prática de um esquema de tráfico de drogas e comércio ilegal de medicamentos, utilizando-se para isso de uma farmácia localizada no Recanto das Emas. 

De acordo com a apuração da polícia, o grupo era liderado por um farmacêutico que, após deixar a sociedade de uma distribuidora de medicamentos, continuou utilizando o nome da empresa para adquirir grande quantidade dos produtos químicos benzocaína, cafeína anidra e lidocaína com uma fornecedora. 

Adriano Valente, Diretor da Divisão de Repressão ao Crime Organizado, explica que os produtos são usados como uma mistura com a cocaína. “São substâncias geralmente utilizadas para aumentar o volume da cocaína. São substâncias de uso controlado nas farmácias. A gente apurou que, em média, cada farmácia comercializa cerca de 200g por ano de cada uma dessas substâncias, sendo que 2kg é o limite para compra que não seja informado para a Polícia Federal”, afirmou

Publicidade

Além disso, o investigado comercializava ilegalmente medicamentos sujeitos a controle especial e receita médica, como o Rohypnol, frequentemente usado como droga de abuso, abortivos e anabolizantes. Com o aprofundamento das investigações se percebeu que este homem contava com o auxílio de alguns comparsas, como o motorista de uma transportadora e revendedores das drogas.

As buscas foram realizadas nas residências dos envolvidos e na farmácia no Recanto das Emas, sendo que até o momento foram realizadas cinco prisões e apreendida grande quantidade de medicamentos e valores em espécie. A operação está sendo realizada com apoio do Instituto de Criminalística – IC e da Divisão de Operações Aéreas – DOA da PCDF, e da Diretoria de Vigilância Sanitária do DF – Divisa.

Foto: Divulgação/PCDF

Buscas

As buscas foram realizadas nas residências dos suspeitos, nas cidades de Taguatinga, Samambaia, Ceilândia e Guará, e na farmácia, e culminaram na apreensão dos seguintes materiais:

  • 2100 comprimidos de rohypnol, usado como alucinógeno;
  • 2200 comprimidos de sibutramina e 45 ampolas de lipostabil, usados para emagrecimento;820 comprimidos de cytotec, usado como abortífero;
  • 750 compirmidos de pramil, proibido no Brasil, usado ilegalmente contra impotência sexual;
  • 5 frascos, 10 ampolas e 200 comprimidos de outros medicamentos de uso controlado ou proibido;
  • R$8.000,00 (oito mil reais) em espécie;
  • 10 folhas de receituários médicos para produtos de uso controlado assinados em branco
  • Um carimbo médico

Foram presos por força dos mandados o líder do grupo, o funcionário da transportadora e duas mulheres que participavam do esquema de venda dos medicamentos. Em decorrência das buscas foi realizada a prisão em flagrante de mais um indivíduo por tráfico de drogas. 

Foragido

Caique Allaf Ferreira Caxias, 25 anos, é procurado pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas. A PCDF disponibiliza os seguintes meios para recebimento de denúncias:

1. O Disque-Denúncia, telefone 197 – ligação gratuita – 24 horas;
2. O e-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br;
3. WhatsApp (61) 98626-1197;
4. O Denúncia On-line: http://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197
Não é necessário se identificar. O sigilo é absoluto. O crime aparece, você não!


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *