Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

UnB não autoriza suspensão de atividades em decorrência da varíola dos macacos

Foi informado que serão seguidas as orientações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal

A Universidade de Brasília (UnB) publicou nesta sexta-feira (5) uma nota a respeito das medidas de proteção de transmissão da doença monkeypox, a varíola dos macacos. A administração Superior da UnB não autorizou a suspensão de atividades acadêmicas em decorrência da transmissão da doença.

Foi informado que serão seguidas as orientações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Os casos suspeitos devem se manter afastados das atividades.

“A Universidade de Brasília permanece atenta a todos os desdobramentos relativos a este assunto e reitera seu compromisso com a saúde dos servidores, estudantes e trabalhadores terceirizados, com diálogo e transparência”, reiterou a nota.

Monkeypox

A varíola dos macacos pode ser transmitida para os seres humanos a partir do contato direto com secreções respiratórias, lesões de pele ou fluidos corporais de uma pessoa infectada. A infecção também se dá a partir do contato com superfície ou objetos recentemente contaminados.

Os principais sintomas são febre e erupção cutânea, mas as pessoas também podem apresentar calafrios e linfadenopatia – inchaço em pequenas glândulas.

O período de incubação da doença é em média de 6 a 13 dias, podendo variar de 5 a 21 dias, durante o qual não há transmissão. O período de transmissão da MPX ocorre desde o início dos sintomas até a cicatrização das crostas.

Uma pessoa assintomática (durante o período de incubação ou após a cicatrização das crostas) não transmite a doença.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar