Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Entenda a trajetória de Reguffe como candidato ao GDF

Na quinta-feira (4), o presidente do União Brasil-DF, Marcelo Arruda, havia oficializado a candidatura de Reguffe como governador

Por Camila Bairros 05/08/2022 12h46
Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Reguffe foi um dos últimos a anunciar, de forma oficial, a pré-candidatura ao Governo do Distrito Federal (GDF). Isso aconteceu porque havia uma indefinição no União Brasil quanto ao cargo que ele deveria concorrer. Então, no dia 24 de junho, o anuncio foi feito por meio de suas redes sociais. “Serei candidato. Disputarei as eleições para tentar representar e governar você com a dignidade que você merece”, afirmou ele.

Mas nas pesquisas eleitorais iniciais, o candidato aparecia apenas em terceiro lugar, atrás de Ibaneis Rocha (MDB) e José Roberto Arruda (PL). Os dias foram passando, e o cenário político foi mudando. Arruda, que havia conseguido uma liminar que devolvia seus direitos políticos, se juntou a Ibaneis e decidiu tentar o cargo de deputado federal.

Com isso, Reguffe cresceu nas pesquisas eleitorais, chegando a passar de 20% das intenções de voto, atrás apenas do atual governador. Mesmo assim, o senador admitiu que sua chapa ainda precisava de ajustes.

Agosto chegou, e com ele, mais incertezas. Enquanto a chapa adversária já estava montada e consolidada, contando também com o apoio de Jair Bolsonaro, Marcelo Arruda, presidente do União Brasil-DF, demonstrou apoio ao atual presidente.

No dia seguinte, 4 de agosto, Reguffe respondeu à esse apoio com um vídeo, que foi postado em seu canal do YouTube. “Compromissos foram feitos e não foram cumpridos. Ou eu irei concorrer a governador, ou nada”, afirmou o senador, declarando falta de apoio do partido.

Mais tarde, neste mesmo dia, Marcelo Arruda leu uma carta negando que esses compromissos não foram cumpridos, e finalizou oficializando a candidatura oficial de Reguffe ao GDF. “Precisamos de um líder forte, corajoso, transparente e decidido, para que nós possamos confiar para cuidar do povo do Distrito Federal”.

Entretanto, na manhã desta sexta-feira (5), Marcelo Arruda voltou atrás. Por meio de post no Instagram, o presidente do União Brasil-DF confirmou que o partido desistiu de lançar o senador como candidato ao GDF, causando forte comoção nos comentários da publicação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar