Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibaneis mantém opinião sobre passaporte de vacina: “Sou contra”

Apesar de ser contra o documento, governador não descarta a efetividade das vacinas

Foto: Elisa Costa

Por Elisa Costa
[email protected]

Em declaração ao Jornal de Brasília nessa segunda-feira (6), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), contou que mantém sua opinião a respeito da exigência do comprovante de vacinação: “Sou contra”. O chefe do Executivo local respondeu a reportagem depois de entregar a Medalha do Mérito Buriti a 470 autoridades, em solenidade no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

A opinião tem sido comparada com a do presidente Jair Bolsonaro, que declarou recentemente à imprensa que pretende vetar qualquer iniciativa que torne obrigatória a apresentação do documento, porém, diferente do governador do Distrito Federal, o chefe de Estado ainda não acredita na comprovação científica da imunização em massa.

Ibaneis Rocha é abertamente a favor da vacina, mas ele acredita que o passaporte não vai estimular a população a procurar os postos. O mandatário diz que para isso é preciso conscientizar as pessoas e divulgar a importância da vacina. Por isso, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) mantém as campanhas de vacinação em todas as cidades, com D1, D2, dose única e dose de reforço disponíveis para aplicação.

Condecoração aos servidores do GDF

O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou, nessa segunda, a Medalha do Mérito Buriti a 470 nomes importantes que se dedicam ao empenho das funções e serviços prestados à sociedade e ao governo local. Os agraciados receberam a honraria pelas mãos do governador Ibaneis Rocha (MDB).

“É com muito carinho que recebemos vocês [agraciados] aqui, eu tive a oportunidade de encontrar inúmeras pessoas de convívio, o que nos anima muito numa manhã de segunda-feira”, declarou o governador Ibaneis durante o evento. A medalha foi entregue a servidores públicos, parlamentares, militares e cães policiais, que contribuíram para a melhora da produtividade e/ou redução dos gastos públicos na capital federal.

Para o chefe do Executivo, a entrega das medalhas é um momento importante para a administração pública, pois além de homenagear, também divulga o trabalho de profissionais de diversas áreas. “É uma oportunidade de mostrar o carinho que temos por todos eles, essa medalha foi entregue com muita emoção, tanto para nós que entregamos, quanto para quem recebe. Temos advogados, jornalistas, administradores, um leque bom, de pessoas importantes”, finalizou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A cerimônia contou com a banda do Corpo de Bombeiros Militar, que executaram o hino nacional brasileiro e a música tema do seriado Game of Thrones (Guerra dos Tronos). Entre os homenageados, estavam o vice-governador do DF, Paco Britto, o chefe da Casa Militar, Emerson Andrade, o chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, e a chefe de gabinete de Ibaneis Rocha, Juliana Pinheiros.

O secretariado da atual gestão também foi agraciado: receberam a medalha Bartolomeu Rodrigues (Cultura), Hélvia Paranaguá (Educação), Thales Mendes (Trabalho), Julio Danilo (Segurança Pública), Mateus Oliveira (Desenvolvimento Urbano e Habitação) e Manoel Pafiadache (Saúde).

Em discurso, Ibaneis Rocha aproveitou para comemorar a honraria entregue à sua equipe: “Todos os secretários podem colocar na cabeça que esse é o trabalho que mais merece o reconhecimento, exatamente pelo mérito, pelo trabalho que vocês desenvolvem. Eu sempre digo que ser secretário no DF é uma missão em dobro, porque trabalha muito, tem uma péssima remuneração, mas é alguém que trabalha pela sociedade e que é reconhecido pelo povo”. O decreto com a lista completa dos homenageados foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

Medalha do Mérito Buriti

Criada em 1970, pelo decreto nº 1.488, a condecoração é destinada a agentes públicos e membros da sociedade civil do Distrito Federal que se dedicam ao trabalho em prol da população e do governo. Secretários de Estado, diretores de empresas, representantes de instituições e até mesmo empresários podem receber a honraria, mas é preciso fazer parte do serviço público há pelo menos 10 anos. As indicações para receber a medalha são exclusivas do chefe do Executivo local, vice-governador, autoridades de hierarquia equivalente e integrantes do Conselho da Medalha do Mérito Buriti.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar