Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

DF ganha 20 medalhas nos jogos universitários

De acordo com a Federação do Esporte Universitário do Distrito Federal (Fesu-DF), 116 atletas de três universidades participaram da competição

Foto: Divulgação/Secretaria de Esporte e Lazer

Com a participação de quase 4 mil atletas de todo o país, a 68ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) chegou ao fim no último domingo (18) e a delegação do Distrito Federal conquistou 20 medalhas, sendo oito de ouro, cinco de prata e sete de bronze.

De acordo com a Federação do Esporte Universitário do Distrito Federal (Fesu-DF), 116 atletas de três universidades – Centro Universitário Estácio, Centro Universitário Iesb e União Pioneira de Integração Social (Upis) – participaram da competição. “Todos os desafios de fazer esses JUBs em Brasília valem a pena quando podemos ver nossos atletas mais uma vez se destacando nas quadras, pistas, mesas e piscinas”, afirmou o presidente da federação, Rodrigo Maués.

Nos esportes coletivos, a capital federal sagrou-se campeã em três modalidades com equipes formadas pelo Iesb: basquetebol masculino (primeira divisão) e feminino (segunda divisão) e futsal masculino (primeira divisão). Já as atletas da Estácio, no handebol feminino (segunda divisão), levaram a medalha de prata. As premiações de equipes ocorreram ao longo do último dia do evento, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB).

“Foram dias de muito trabalho e comprometimento para entregar essa edição incrível, que marcou a retomada do esporte na capital do país”, avalia a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira. “Nossos jovens se entregaram nas disputas, que ocorreram em estruturas compatíveis com a importância do evento. Após 15 anos, os Jogos Universitários Brasileiros retornaram neste ano com toda a segurança possível, conforme nosso governador Ibaneis Rocha havia determinado.”

Boa atuação

Nas modalidades individuais, o wrestling (luta profissional) garantiu mais um ouro à delegação do DF. Ana Luiza Pereira França, estudante da Estácio, se preparou bastante no Rio de Janeiro para conquistar a medalha, na categoria até 62 kg, sem tomar um ponto durante o embate. “Fiquei muito orgulhosa de mim mesma por ter sido campeã e atleta destaque da competição”, disse. “Foi muito bom para o meu treinador, para a minha equipe, um marco muito bonito em nossa trajetória.”

Outra modalidade que colocou Brasília em destaque foi a natação. Luana Obino Abreu Ribeiro e Luiza Gomes Celidonio conquistaram, respectivamente, quatro e três pódios. A primeira, que representa a Upis, cruzou a piscina em primeiro lugar, nas provas de 50m e 100m borboleta e 50m e 100m nado livre. Já Luiza, aluna do Iesb, ficou em segunda colocação nos 50m peito e em terceira nos 200m peito e 100m peito. Arthur Olinto de Menezes Santos, da Upis, completou o trio de medalhistas brasilienses, com o ouro nos 100m livre.

A equipe da Upis no atletismo concluiu a edição com seis medalhas. Ester dos Santos Moura ficou com a prata nos 400m e o bronze nos 200m, enquanto Delcides Sobrinho Lima Ferreira faturou a prata nos 40m com barreiras. Maxuel Ferreira ganhou bronze no lançamento de disco, Adson Quintino Sousa conquistou o bronze nos 400m e Ana Luísa Oliveira ficou em terceiro lugar na marcha atlética de 5 mil metros. O tênis de mesa em dupla também levou o bronze.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A maior competição universitária da América Latina entregou, no total, mais de 2 mil medalhas. Participaram 3,5 mil atletas de 271 instituições de ensino nacionais, que se enfrentaram em 26 modalidades. Foram contratadas 35 mil diárias de hotéis, 68,5 mil refeições e alugados 200 carros e ônibus. No próximo ano, a CBDU projeta regularizar o calendário de competições universitárias com os jogos nacionais em anos pares.

As informações são da Agência Brasília








Você pode gostar