Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Cocreation Lab abre seleção de projetos para 2ª turma no DF

Iniciativa da FAPDF, com apoio da Finatec, UnB, IFB e Sebrae, programa já desenvolveu 37 ideias inovadoras na área de economia criativa

Foto: Divulgação

A Finatec (Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos) publicou nesta quarta-feira (1/12) o edital de chamada para seleção de uma nova turma do CocreationLab no Distrito Federal. O projeto é uma iniciativa da FAPDF, com apoio da Finatec, UnB, IFB e Sebrae DF e ajuda no desenvolvimento de negócios inovadores por meio de metodologia própria. Esta será a segunda turma no Distrito Federal e qualquer pessoa pode inscrever sua ideia. Caso tenha seu projeto selecionado, terá acesso gratuito a mentorias com profissionais do mercado, palestras, encontros, seminários e muito networking ao longo de cinco meses.

Além dos quatro pólos da edição anterior, desta vez a novidade é um polo no Sebrae Lab-Biotic. Com isso serão: Ipê Branco (UnB Darcy Ribeiro), Ipê Roxo (UnB Gama), Ipê Amarelo (IFB São Sebastião), Ipê Rosa (IFB Samambaia) e agora também Ipê Verde (Sebrae Lab – Biotic). Da primeira turma, encerrada há uma semana, saíram 37 projetos de inovação na área da economia criativa do Distrito Federal e entorno.

O CocreationLab é o maior laboratório de ideação do país e ajuda empreendedores a transformarem suas ideias em realidade. O programa, que completou cinco anos em junho, oferece cinco meses de mentorias, palestras, workshops e networking, em encontros presenciais e metodologia própria, a TXM Business. Presente em várias cidades do Brasil, o CocreationLab surgiu no Laboratório de Design da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), mas rapidamente expandiu sua presença para outras regiões do País, por meio de parcerias firmadas com instituições públicas e privadas, Governos, Prefeituras e Universidades.

“O Governo do Distrito Federal acredita que a inovação aberta e o empreendedorismo inovador integram uma fórmula de sucesso para o desenvolvimento sustentável de Brasília. Por isso, a FAPDF está investindo em ações e projetos voltados para o aquecimento do nosso ecossistema de inovação, seja para o desenvolvimento e ativação de soluções efetivas para necessidades e problemas da nossa sociedade, seja para a geração de oportunidades e para a construção da trilha que levará Brasília ao patamar de cidade inteligente. Projetos como o Cocreation Lab são nossas ferramentas para a promoção dessa inovação e contar com a expertise da maior rede de pré-incubadoras do País para ajudar os empreendedores do DF a desenvolverem seus negócios nos dá a segurança de que nossos investimentos estão sendo qualificados e resultarão em benefícios para a cidade e para a população”, afirma o diretor-presidente da FAPDF, Marco Antônio Costa Júnior.

“No Cocreation Lab o conhecimento é disseminado através de mentoria e orientação, ajudando empreendedores a estruturarem suas ideias no papel antes de realizá-las. Promover e apoiar o desenvolvimento de inovação, atendendo à sociedade, é missão da Finatec. O Cocreation Lab DF, uma concretização dela. O propósito da Fundação é esse: conectar e apoiar pessoas interessadas em melhorar o mundo através do conhecimento aplicado”, comenta o diretor presidente Augusto César de Mendonça Brasil.

“Toda a equipe está muito entusiasmada com a segunda turma. Iniciativas como essa, que conectam a universidade com a sociedade, têm potencial para gerar oportunidades para todos e promover o desenvolvimento socioeconômico do DF. A experiência de contribuir para transformar ideias em negócios inovadores viáveis é muito enriquecedora e fortalece o ecossistema de inovação”, disse Marileusa Chiarello, Diretora do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da UnB.

“A iniciativa do Cocreation Lab conseguiu proporcionar um novo capítulo na história do ecossistema de inovação do DF. Ao disseminar conceitos e estimular o desenvolvimento de ideias em projetos de verdade, mostrou o potencial que os empreendedores do IFB e UnB possuem para a inovação. Para 2022, com o lançamento da nova turma, se consolida ainda mais como o ponto de referência de encontro e promoção à inovação no ecossistema do DF”, afirmou Johann Bischof, gestor do SEBRAE LAB para economia digital, startups e TIC.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O CocreationLab DF trouxe uma proposta inovadora de desenvolver o empreendedorismo e transformar ideias em negócios. A primeira turma mostrou que o projeto foi um sucesso, transformando a realidade dos participantes. Em 2022 vamos ampliar o projeto e trazer mais empreendedores para os nossos laboratórios”, comenta Giovanna Tedesco, Pró-Reitora de Pesquisa e Inovação do IFB.

Idealizador do CocreationLab, o professor Luiz Salomão Ribas Gomez comemorou o sucesso da iniciativa pioneira no DF. “Tínhamos um desafio, que era ajudar a aquecer o ecossistema da Capital Federal e o número expressivo de ideias que avançaram para a próxima etapa, que é a de validação no mercado, mostra que fomos bem sucedidos”, afirmou.

Inscreva-se

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar