Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Cidade Estrutural ganha um Na Hora Cidades

A nova unidade tem cinco computadores, internet gratuita, impressora e um funcionário estarão disponíveis para auxiliar a comunidade

Foto: Agência Brasília

Uma nova unidade de autoatendimento do Na Hora Cidades foi inaugurado nesta terça-feira (14) na Cidade Estrutural. O novo posto fica na sede da Administração Regional, localizada Setor Central, Área Especial 5.

A nova unidade tem cinco computadores, internet gratuita, impressora e um funcionário estarão disponíveis para auxiliar a comunidade, garantindo mais agilidade no atendimento com menos burocracia. A instalação da unidade de autoatendimento do Na Hora na Cidade Estrutural faz parte de uma parceria entre a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e a administração regional.

O posto de autoatendimento vai ajudar o morador que não tem acesso às facilidades da tecnologia a resolver suas demandas, sem precisar se deslocar para um dos oito postos do Na Hora.

Segundo a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, com a pandemia da covid-19 aumentou em 50% a busca da população do Distrito Federal pelos serviços online. “Criamos essa modalidade de serviço para darmos uma resposta digna, respeitosa e eficiente ao cidadão. Estamos aproximando ainda mais os serviços do Estado com a comunidade para transformar a vida das pessoas. É assim que avançamos”, disse Passamani.

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, o novo posto de autoatendimento do Na Hora na Estrutural chega para desburocratizar e facilitar a vida da população.

“Neste novo espaço de atendimento ao cidadão será possível, por exemplo, realizar o agendamento para o atendimento no Cras ou atualizar o Cadastro Único. Esse é um serviço que foi pensado para simplificar e proporcionar autonomia aos cidadãos”, destacou.

A administradora da Cidade Estrutural, Vânia Gurgel, comemorou a oportunidade de a população local acessar os serviços públicos, de forma mais rápida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É um privilégio ter o autoatendimento do Na Hora aqui na Estrutural. Vão beneficiar a nossa população, que é carente e muitas vezes não consegue se deslocar para outra cidade, a obter o atendimento necessário”, afirmou.

Espaço próprio

A unidade está instalada em um espaço independente na mesma área onde já funciona a administração da Estrutural. O local já oferece serviços digitais de 30 órgãos, aproximadamente, como o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon), Departamento de Trânsito (Detran), Neoenergia, Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Receita Federal, entre outros. O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira.

O gari Johnatan Dias dos Santos, 25 anos, foi conhecer de perto o posto de autoatendimento do Na Hora Cidades. Depois de conferir que é possível, inclusive, ter a ajuda de um funcionário para resolver as demandas, o rapaz deu o veredito: “Muito bom. Melhorou muito para a gente. Dá pra tirar a segunda via de documentos e marcar atendimento. Vou até indicar para o meu amigo vir logo aqui”, disse.

Aline Renata da Silva, 35 anos, não tem dúvidas: a nova unidade vai ajudar as pessoas a ganharem tempo. Dona de um quiosque no Mercado das Flores, na Asa Sul, e moradora da rua do Jockey, próxima à Estrutural, a comerciante ressaltou que, por causa da dificuldade da população mais pobre de acessar a internet, a opção é sempre comparecer pessoalmente aos órgãos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

‘Estou muito empolgada com essa ideia do governo. Todo mundo vai ganhar tempo. Ninguém vai precisar se deslocar para ir ao Na Hora da rodoviária e nem ficar tentando fazer agendamento pela Internet, de casa. Tem muita gente que nem tem internet. Então, dá para pedir ajuda por aqui mesmo, explicou.

Confiança

Morador da quadra 4, conjunto 6, Francisco das Chagas Fernandes da Silva, 29 anos, também ficou empolgado com o Na Hora Cidades. “Sempre me pedem o CPF. Estou procurando trabalho e acho que preciso ter esse número. Se não puder ser aqui, pelo menos vai ter alguém para me dizer o que tenho que fazer para pegar o documento”, disse.

Interessada em fazer as carteiras de identidade do marido, Edmilson, e da filha, Camilly, 18 anos, Marilene de Souza da Silva, 36 anos, ressalta a confiança no novo posto. “Eu acredito muito mesmo que agora vou conseguir resolver esses problemas. Pelo menos vou sair daqui com tudo agendado”, argumentou  a moradora.

A unidade de autotendimento da cidade Estrutural é o segundo posto desse tipo instalado no DF. Há 60 dias foi inaugurada uma unidade em São Sebastião. O número de atendimentos no local já chega a 800 pessoas, média de 400 por mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Agência Brasília






Você pode gostar