Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

‘Devemos pagar o mais rápido possível’, diz Ibaneis sobre greve de terceirizados

Na segunda-feira (13), 800 profissionais terceirizados da limpeza na rede pública de Saúde do DF entraram em greve por conta da falta de salários

Cerimônia de boas-vindas aos novos integrantes do programa Jovem Candango. Foto Renato Alves / Agência Brasília

Guilherme Gomes e Catarina Lima
[email protected]

Na manhã desta terça-feira (14), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), comentou sobre a greve dos terceirizados na limpeza de hospitais públicos na capital. A paralisação também afeta os postos de vacinação contra a Covid-19. “O secretário está empenhando nisso daí. Já fizemos uma liberação de recursos ontem (segunda-feira) e devemos pagar isso o mais rápido possível. Houve a necessidade de análise de todos os processos, mas vamos fazer isso com a maior rapidez possível”, afirmou o mandatário.

Ibaneis Rocha conversou com os jornalistas após a cerimônia de boas-vindas aos novos integrantes do programa Jovem Candango. O evento aconteceu no Auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Na segunda-feira (13), 800 profissionais terceirizados da limpeza na rede pública de Saúde do DF entraram em greve por conta da falta de salários. De acordo com o Sindicato de Serviços Terceirizáveis (Sindiserviços-DF), os trabalhadores só voltarão ao trabalho após serem pagos.

O secretário de Saúde de DF, Manoel Luiz Narvaz, concedeu entrevista coletiva na segunda-feira e afirmou que os problemas financeiros com os trabalhadores terceirizados devem ser resolvidos até amanhã, quarta-feira (15).

Cerimônia dos integrantes do programa Jovem Candango

“Só quem passa por dificuldades sabe como é dar o primeiro emprego para uma pessoa […] essa oportunidade para os 1800 cadastrados é para construir uma vida”, disse Ibaneis Rocha

O programa Jovem Candango visa promover a formação técnico-profissional do aprendiz, por meio de atividades práticas e teóricas, compatíveis com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico, incorporando a aprendizagem à Administração Pública, por meio da convivência e fortalecimento de vínculos e garantindo a promoção da integração ao mercado do trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Não pensem que vão encontrar facilidades na vida, mas sim oportunidades que devem ser aproveitadas. Buscamos a maior quantidade de jovens trabalhando dentro de nossa secretarias e instituições. Tendo uma assinatura na carteira de trabalho”, destacou Ibaneis Rocha

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar