Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Os últimos experimentos mais famosos da psicologia social

O que você faz quando sabe que está certo, mas o resto do grupo discorda de você?

Imagem: Tutorialspoint/Reprodução

Na coluna de hoje, abordaremos os mais famosos experimentos ligados à psicologia social. Voltamos a falar do psicólogo polaco-estadunidense Solomon Asch, só que agora com seu famoso experimento de conformidade.

O que você faz quando sabe que está certo, mas o resto do grupo discorda de você? Você se curva à pressão do grupo?

Em uma série de experimentos famosos realizados durante a década de 1950, o psicólogo Solomon Asch demonstrou que as pessoas dariam a resposta errada em um teste para se encaixar no resto do grupo.

Nos famosos experimentos de conformidade de Asch, mostrava-se uma linha às pessoas e, em seguida, pedia-se que selecionassem a linha de comprimento correspondente entre três tipos. Mas para provar seu ponto, o psicólogo colocou atores no time que selecionaria intencionalmente as linhas erradas.

Os resultados revelaram que, quando os atores escolhiam a linha errada, os verdadeiros participantes seguiam o erro, conformando-se com o resto do grupo, ou seja, mesmo sabendo que estava errado, o sujeito, além de aceitar a opinião da maioria, ainda concordava com ela.

Embora gostemos de acreditar que resistiremos à pressão do grupo (especialmente quando sabemos que o grupo está errado), os resultados de Asch revelaram que as pessoas são surpreendentemente suscetíveis à conformidade.

Hm… penso que Asch era um vidente das eleições mundo afora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O último experimento que vou apresentar poderia ser feito atualmente. Talvez pudesse quebrar alguns mitos e revelaria verdades camufladas, em especial a respeito de jogos violentos, como já declararam algumas autoridades políticas totalmente leigas e analfabetas no assunto.

O Experimento da Boneca Bobo

Hoje em dia, falamos dos videogames, mas na década de 1960, a hipótese levantada era de que assistir violência na televisão fazia as crianças se comportarem de forma mais agressiva.

Em uma série de experimentos realizados no início dos anos 1960, o psicólogo canadense Albert Bandura começou a investigar o impacto da agressividade observada no comportamento das crianças. Em um estudo com bonecos-bobo, as crianças observavam um adulto interagindo com um boneco. Numa condição, o adulto se comportava passivamente, mas em outra, o adulto chutava, socava e gritava com o brinquedo.

Foto: Reprodução

Os resultados revelaram que as crianças que assistiram ao modelo adulto se comportar de forma violenta em relação à boneca eram mais propensas a imitar a conduta agressiva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aposto que Bandura nunca imaginou estar atual no século XXI. Este experimento, apesar de ser da década de 1960, muito ainda nos ensina, em especial a área educacional, afinal, o cientista Jan Comenius (1592 – 1670) já falava que a melhor forma de ensinar é pelo exemplo.

A fala de Comenius me preocupa muito mais hoje do que na década de 1960. Afinal, como nós, pais, vamos ensinar aos nossos filhos valores como respeito, liberdade, democracia e honestidade com nosso atual quadro do Legislativo, Executivo e Judiciário?






Você pode gostar