Siga o Jornal de Brasília

Viva

Dona Cislene planeja lançar o primeiro CD em agosto

Ao tocar no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha durante o Circuito Banco do Brasil, no mesmo palco que Capital Inicial e Steve Wonder, os quatro integrantes da banda brasiliense Dona Cislene nem imaginavam que quatro meses depois estariam no gramado do Mané fazendo música. Desde que foi lançado, o videoclipe da música Good Vibe (youtube.com/watch?v=VCJjOrsUlq0) já conta com mais de 15 mil visualizações, sendo quatro apenas em sua semana de estreia no canal do grupo no YouTube.

O projeto foi todo financiado pelos fãs, por meio de um site de crowdfunding (financiamento colaborativo). “Tocar no Mané Garrincha parecia um sonho. O financiamento nos permitiu estar mais próximo dos fãs e acabou abrindo as portas para que novas pessoas conhecessem a banda. Mobilizou quem não conhecia o grupo a querer escutar e avaliar se o som era bom ou não”, explica o vocalista Bruno Alpino. E completa: “Fiquei surpreso com o resultado. Alcançamos mais de 120% da meta, com votação de pessoas de todo o País”.

Gravado em várias partes da capital, o clipe foi produzido pelo diretor Luringa e conta a história de um homem que se cansa da mesmice e resolve largar a rotina para tocar em uma banda. A faixa faz parte do primeiro disco dos rapazes, Um Brinde aos Loucos, que deve ser lançado em agosto deste ano. “O que faltava antes era material, agora já temos”, assegura Alpino. A banda promete fazer um grande show de lançamento “para confirmar que Brasília ainda é a capital do rock”.

Inspiração

Colegas dos tempos de escola, o quarteto resolveu fazer música anos atrás. Com uma mistura de pop rock e de diferentes tendências do rock nacional, o grupo faz questão de manter traços das bandas que fizeram a cidade ser conhecida como a capital do rock na década de 1980. “Brasília é o berço”, destaca o vocalista ao lembrar de nomes como Legião Urbana e Capital Inicial.

Com dez anos de estrada, Dona Cislene coleciona nove fã-clubes e já serve de inspiração para quem está começando. O fã Yago Pera, de 20 anos, garante que o sucesso de Dona Cislene foi um passo importante para tomar a inciativa de construir sua própria banda. “Eles correm atrás, mostram que tudo é possível quando se quer muito. Serve de incentivo para outras bandas e ajuda a cena musical da cidade a crescer”, opina o estudante.

Saiba mais

Além de Bruno Lessa, nos vocais e na guitarra; o Dona Cislene é formado por Paulo Sampaio, na bateria; Guilherme de Bem, na guitarra; e Pedro Piauí, no baixo.

O quarteto brasiliense foi selecionado entre bandas do Brasil inteiro para participar da seletiva do concurso Banda da Galera, iniciativa da Oi de levar artistas independentes para tocar no Rock in Rio de 2013.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA