fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Tyson revela consumir US$ 40 mil por mês da sua própria plantação de maconha

Além da comercialização, o norte-americano revelou que consome uma boa parte da produção de seu rancho

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram
PUBLICIDADE

Mike Tyson decretou falência em 2003 após perder US$ 300 milhões (cerca de R$ 1,5 bilhão), acumulados durante a vitoriosa carreira no boxe. Hoje, ele é dono de um império de plantação de Cannabis, erva que gera lucros de cerca de US$ 610 mil (cerca de R$ 3 milhões) por mês.

Além da comercialização -o consumo da erva para fins recreativos é liberado na Califórnia, local do negócio-, o norte-americano revelou que consome uma boa parte da produção de seu rancho.

Em uma conversa ao lado de Eben Britton, ex-jogador de futebol americano e sócio do negócio, Tyson afirmou que não economiza para “desfrutar” de seus produtos.

“Quanto fumamos por mês? São US$ 40 mil (cerca de R$ 200 mil) por mês. Isso é um estilo de vida”, disse o ex-pugilista em seu podcast, que contou com a participação do também boxeador Shannon Briggs.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ideia de Tyson é expandir ainda mais seus negócios com maconha. Dentro do rancho, o ex-lutador pretende construir um resort, que terá hotel, spas, pousadas, entre outra coisas.

O espaço ainda contará com uma área destinada a sediar festivais anuais sobre maconha, além da “Universidade Tyson”, que terá cursos de agricultura para formar futuros agricultores da erva.

As informações são da FolhaPress




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade