fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Sem pressa, Cuca quer dois reforços para Santos brigar na temporada

O treinador santista quer dois reforços: um meia de criatividade e um centroavante

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Eder Traskini
Santos, SP

O técnico Cuca aceitou o desafio de trabalhar no Santos ciente de que o clube vem sofrendo com problemas financeiros e está proibido pela Fifa de contratar atletas. Por isso, ele demonstra paciência, mas não esconde o desejo por reforços.

A prioridade do treinador é que os direitos de imagem e salários atrasados sejam acertados com o elenco. Somente depois disso, o Santos deve ir ao mercado da bola para reforçar a equipe. Cuca vê esse como o melhor caminho para manter os ânimos no vestiário.

O treinador santista quer dois reforços: um meia de criatividade e um centroavante. Com duas peças que cheguem para serem titulares nessas funções, Cuca vê o Santos preparado para brigar por uma vaga na Copa Libertadores via Brasileiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O nome do equatoriano Cazares, do Atlético-MG, agrada ao treinador. Há o temor pelos problemas extracampo do jogador, mas Cuca vê no atleta potencial para encaixá-lo no time. No entanto, não há pressa pelo acerto, visto que o Santos sequer pode registrar jogadores neste momento.

O Santos trabalha para pagar o Hamburgo (ALE) pela contratação do zagueiro Cleber Reis em 2017 e, assim, efetuar o desbloqueio na Fifa para voltar a poder registrar jogadores. Otimista, o time chegou a alinhar um acordo para o pagamento da dívida original aos alemães para retirada do processo.

As informações são da FolhaPress




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade