fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Kannemann passa por cirurgia no pé direito e desfalca o Grêmio por até um mês

Kannemann ficará de fora do clássico contra o Internacional, e deverá ficar fora da estreia na Copa Libertadores diante do América de Cali

Avatar

Publicado

em

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA
PUBLICIDADE

O Grêmio terá um desfalque importante nas próximas semanas. Nesta quinta-feira, o departamento médico do clube tricolor anunciou que o zagueiro Kannemannn passou por uma cirurgia no pé esquerdo e deve levar até um mês para se recuperar. Na quarta, o defensor argentino precisou passar por um procedimento cirúrgico devido a um trauma que sofreu contra o São José, no último dia 30, pela terceira rodada do Campeonato Gaúcho. Desde então, está fora dos gramados.

“O Departamento Médico do Grêmio informa que o atleta Walter Kannemann submeteu-se a um procedimento cirúrgico no hálux esquerdo, para ressecção de uma exostose, na noite da última quarta-feira, 12. Por se tratar de lesão crônica, optou-se inicialmente pelo tratamento conservador, que não apresentou a evolução esperada. Em decisão conjunta com o atleta, decidiu-se então pela intervenção para retirada da calcificação”, relatou a nota oficial emitida pelo Grêmio. O hálux referido significa joanete.

Pelo tempo de parada, Kannemann ficará de fora do clássico contra o Internacional, neste sábado, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela semifinal do primeiro turno do Estadual. E também deverá ficar fora da estreia do Grêmio na Copa Libertadores diante do América de Cali, marcada para o dia 3 de março.

O zagueiro também corre risco até de não estar em campo em um possível Gre-Nal, que seria válido já pela fase de grupos do torneio continental. A partida, pela segunda rodada, está agendada para 12 de março e para se tornar um clássico depende da classificação do Internacional contra o Deportes Tolima, da Colômbia, pela terceira fase preliminar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem Kannemann e sem Pedro Geromel, ausente por conta de uma artroscopia em um dos joelhos, o Grêmio será obrigado a escalar novamente a zaga reserva, formada por David Braz e Paulo Miranda A última atuação da dupla foi na derrota de 2 a 1 para o Aimoré, no domingo passado, pela última rodada do turno do Gauchão.

 

Estadão Conteúdo


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade