fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Hamilton conquista ‘pole’ e faz volta mais rápida da história no GP da Itália

O seis vezes campeão mundial ainda conseguiu a volta mais rápida do circuito italiano e somou neste sábado a 94ª pole da carreira

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O britânico Lewis Hamilton vai largar na pole position no domingo no Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 depois de superar seu companheiro de equipe Valtteri Bottas na classificação, mostrando o enorme domínio da Mercedes sobre seus adversários.

O seis vezes campeão mundial ainda conseguiu a volta mais rápida do circuito italiano e somou neste sábado a 94ª pole da carreira, a sétima em Monza.

O espanhol Carlos Sainz surpreendeu ao levar sua McLaren à terceira posição do grid e o mexicano Sergio Pérez vai acompanhá-lo na segunda fila.

“Não foi tão fácil”, disse Hamilton, observando que Bottas estava muito perto dele e o forçou a encontrar os melhores ajustes para seu carro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O campeão britânico larga, portanto, como o claro favorito para a corrida deste domingo, que terá início às 15h00 locais (10h00 no horário de Brasília). Nesta temporada ele já soma cinco vitórias, contra uma de Bottas e outra de Max Verstappen (Red Bull).

Sobre seu desempenho, Hamilton brincou: “Não foi tão ruim”.

Em seguida, elogiou sua equipe: “Foi um desempenho fantástico da equipe – em termos de tempo, quando eles nos colocaram na pista”, disse, referindo-se à tentativa da Mercedes de evitar a massa de carros que buscavam vácuos uns dos outros.

Este ano o britânico tentará igualar o recorde de títulos mundiais do alemão Michael Schumacher, que venceu sete vezes. E com 89 vitórias em Grandes Prêmios, Hamilton também poderá quebrar o recorde do alemão (91).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pela primeira vez, as equipes de Fórmula 1 não foram autorizadas em Monza a usar o ‘party mode’, que aumenta a potência dos motores por um curto período de tempo. Isso não impediu a Mercedes de mostrar que está bem acima das demais escuderias.

“Já havíamos previsto que isso não faria grande diferença”, disse Hamilton neste sábado.

“Estou um pouco desapontado por estar em segundo lugar”, reconheceu Bottas, que parece resignado a desempenhar um papel secundário ao lado de seu companheiro de equipe.

“Que bagunça!”

A decepção veio novamente das Ferraris, que vão largar bem atrás no circuito ‘de casa’. O alemão Sebastian Vettel foi eliminado no Q1, enquanto seu parceiro, o monegasco Charles Leclerc, foi eliminado no Q2.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Que bagunça!”, vociferou Vettel pelo rádio após sua eliminação, pensando que os pilotos haviam se atrapalhado enquanto tentavam se beneficiar do vácuo para ganhar velocidade máxima.

Este é o pior resultado da Ferrari em Monza desde 1969, uma semana depois que a ‘Scuderia’ celebrou o 1.000º Grande Prêmio de sua história no circuito de Mugello.

O holandês Max Verstappen (Red Bull), o único piloto fora da Mercedes a vencer uma corrida neste ano, só conseguiu terminar em 5º. O britânico Lando Norris (McLaren) terminou em 6º e o australiano Daniel Ricciardo (Renault) em 7º.

As peculiaridades do circuito milanês, onde as longas linhas retas permitem atingir velocidades muito elevadas, incentivam os pilotos a correr “em equipe” para aproveitar os vácuos do carro que os precede.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Isso dá origem a imagens marcantes, principalmente na primeira parte da classificação, quando todos os veículos estão na pista e seus pilotos correm muito próximos uns dos outros.

Grid de largada do Grande Prêmio da Itália (circuito de Monza) de Fórmula 1:

1ª fila:
Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)
Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

2ª fila:
Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault)
Sergio Pérez (MEX/Racing Point-Mercedes)

3ª fila:
Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda)
Lando Norris (GBR/McLaren-Renault)

4ª fila:
Daniel Ricciardo (AUS/Renault)
Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes)

5ª fila:
Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda)
Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda)

6ª fila:
Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri-Honda)
Esteban Ocon (FRA/Renault)

7ª fila:
Charles Leclerc (MON/Ferrari)
Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari)

8ª fila:
Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)

9ª fila:
Sebastian Vettel (GER/Ferrari)
Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari)

10ª fila:
George Russell (GBR/Williams-Mercedes)
Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes)

Agence France-Presse




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade