Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Flamengo vence o Cuiabá em jogo com homenagens, mas título fica distante

O centroavante do Fla atingiu a marca de 35 gols na temporada -2023 é seu ano mais goleador

IGOR SIQUEIRA

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)

O Flamengo se despediu neste domingo (3) do Maracanã em 2023 com vitória por 2 a 1 sobre o Cuiabá, pela 37ª rodada do Brasileirão. Os gols do time de Tite foram de Luiz Araújo e Pedro. Clayson descontou de pênalti.

Com 66 pontos, o Flamengo ainda pode alcançar os mesmos 69 pontos do líder Palmeiras -atingido ao vencer o Fluminense. Mas é improvável que supere o time paulista no saldo de gols -precisa tirar 15 gols de diferença.

Assim, está por um fio finíssimo a última oportunidade de título rubro-negro na temporada. O time está zerado em 2023. Mas o clima com a torcida nesses jogos finais tem sido positivo, sobretudo após a chegada de Tite e a perspectiva de melhora para 2024.

O Flamengo está em terceiro lugar no momento e ainda precisa torcer contra o Atlético-MG na próxima rodada para terminar em posição melhor. O time de Tite também perde no saldo para os mineiros, que têm o mesmo número de pontos (66).

Na próxima rodada, o Flamengo visita o São Paulo, no Morumbi, enquanto o Cuiabá recebe o Athletico. Todas as partidas serão na quarta-feira (6), às 21h30.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

DESPEDIDAS

O jogo deste domingo (3) também foi o palco das homenagens ao lateral-esquerdo Filipe Luís e ao zagueiro Rodrigo Caio, na despedida deles da torcida do Fla em casa.

Filipe, inclusive, foi titular e capitão do time e vai se aposentar após o campeonato. Já Rodrigo Caio não terá contrato renovado. Ambos ainda podem atuar contra o São Paulo.

O JOGO

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A postura do Flamengo nos primeiros minutos foi impressionante. Dinamismo, velocidade, consciência e pressão sobre o Cuiabá, que estava encurralado.

Não por acaso o gol saiu tão cedo: seis minutos. A batida de Luiz Araújo na área foi resultado de uma troca de passes rápida. A chapada no canto foi sem chances para o goleiro João Carlos, que precisou substituir Walter, com dedo quebrado.

Depois do gol, o Cuiabá até conseguiu se organizar melhor. A linha defensiva com cinco homens dificultou para o Flamengo durante a maior parte do segundo tempo.

O time visitante tentava algumas estocadas no contra-ataque, mas o Flamengo estava bem na cobertura, sobretudo com o veloz Fabrício Bruno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos instantes finais do primeiro tempo, o Flamengo voltou a encaixar o mesmo jogo dinâmico do começo. Mesmo sem colocar tanta gente na área, ampliou o placar depois que Arrascaeta acertou cruzamento na cabeça de Pedro.

O centroavante do Fla atingiu a marca de 35 gols na temporada -2023 é seu ano mais goleador. E olha que foi um ano bastante instável no clube, sendo agredito e tudo pelo preparador físico dos tempos de Jorge Sampaoli.

O Flamengo manteve o controle do jogo, mas passou um susto quando o árbitro marcou pênalti, inicialmente, após Pulgar dar um carrinho na área para tentar desarmar Raniele. O detalhe foi o espaço que o Fla deu no contra-ataque do Cuiabá.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Só que o árbitro mudou a decisão e cancelou o pênalti, após intervenção do VAR. A interpretação foi que o meio-campista do Cuiabá forçou um contato com Pulgar, que já tinha recolhido a perna após deslizar no gramado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já ciente de que a briga pelo título tinha ficado para trás na derrota para o Atlético-MG, dias antes, o segundo tempo a torcida parecia mais preocupada em ver Rodrigo Caio em ação.

Só que o Cuiabá conseguiu um outro pênalti. O time naquela altura já tinha se lançado mais à frente, abrindo mão da linha de cinco atrás.

Agora, a penalidade veio em um enredo invertido: o árbitro não deu no campo e só mudou de ideia após ver no VAR. Clayson converteu, já aos 33 miuntos do segundo tempo.

Dois minutos após sofrer o gol, veio outra catarse no Maracanã. Mas porque Filipe Luís foi substituído por Ayrton Lucas. Aplausos, emoção e abraços até dos adversários.

Já Rodrigo Caio entrou aos 45 minutos do segundo tempo, na última leva de substituições de Tite. Quem saiu foi Léo Pereira, que levou amarelo pouco antes e está suspenso para o jogo contra o São Paulo. Mais uma brecha para que Rodrigo Caio possa ter uns minutos a mais para se despedir do Flamengo, justamente diante do clube que o revelou.
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data/Hora: 3/12/2023, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)
Assistentes: Alessandro Rocha Matos (BA) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
Cartões amarelos: Léo Pereira (FLA)
Gols: Luiz Araújo, aos 6’/1ºT (1-0); Pedro, aos 48’/1ºT (2-0); Clayson, aos 33/2ºT (2-1)

FLAMENGO

Rossi, Varela (Wesley), Fabrício Bruno, Léo Pereira (Rodrigo Caio) e Filipe Luís (Ayrton Lucas); Pulgar, Gerson e Arrascaeta; Luiz Araújo, Everton Cebolinha (Bruno Henrique) e Pedro (Victor Hugo). T.: Tite

CUIABÁ

João Carlos, Matheus Alexandre, Marllon, Alan Empereur e Rikelme (Uendel); Allyson (Fernando Sobral), Raniele e Denilson (Derik Lacerda); Jonathan Cafu (Filipe Augusto), Clayson e Deyverson (Pitta). T.: António Oliveira






Você pode gostar