fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Dirigente é morto a facadas; jogador é suspeito

Ex-atleta do Nacional-PR, Vinícius Corsini abordou o dirigente na rua e, após uma discussão, teria dado os golpes em José Danilson

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O dirigente de futebol do Nacional Atlético Clube-PR, José Danilson Alves Oliveira, 58 anos, foi morto a facadas na noite de quarta-feira (16). Um ex-jogador do clube identificado como Vinícius Corsini, 2o anos, é suspeito do crime. Corsini foi preso.

O crime ocorreu no centro de Rolândia-PR, cidade onde o clube é sediado. O jogador teria abordado o dirigente e, após uma discussão, ferido a vítima com facadas.

O atleta tentou fugir mas foi contido por populares que viram a cena. O dirigente foi levado ao hospital e passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

A motivação do crime ainda é desconhecida, e o caso será investigado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além de compor a diretoria do Nacional-PR, José Danilson também era presidente de honra do clube. Sargento reformado da Polícia Militar, foi vereador e vice-prefeito de Rolândia entre 2013 e 2017.Prefeitura de Rolândia decretou luto oficial na cidade em memória de José Danilson.

A Prefeitura de Rolândia decretou luto oficial na cidade em memória de José Danilson. “Ele deixa um legado de amizade, respeito, admiração e muito trabalho por Rolândia”, disse em nota.

A defesa de Vinícius Corsini não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade