fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Conheça os times na disputa do Candangão

Teve até quem contratou hipnólogo para motivar equipe

Pedro Marra

Publicado

em

PUBLICIDADE

De sósia a hipnólogo pelo título

Taguatinga tem jogador parecido com Filipe Luís, do Fla, e Ceilândia contrata motivador “profissional”

O Candangão 2020 começa amanhã com 12 equipes disputando o torneio regional do Distrito Federal. Estão em jogo as vagas para as Copas Verde, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro da Série D de 2021.

O atual campeão, Gama, tentará levantar a taça pela 13ª vez. Na final do ano passado, o alviverde ganhou do Brasiliense após empate de 2 x 2, no Mané Garrincha, pois havia ganho o jogo de ida por 3 x 1.

Aprovado pela maioria dos representantes dos clubes, o regulamento terá uma pequena mudança, em relação ao campeonato deste ano. Com a estrutura da competição mantida igual a de 2019, a competição terá a primeira fase disputada em pontos corridos em duelos apenas de ida, classificando-se oito equipes para a fase de quartas de final, em jogos de ida e volta, até chegar na grande decisão, que será em dois jogos, com caso de resultado igual, a disputa indo para as penalidades. O campeão e o vice terão vagas garantidas na Copa do Brasil, brasileirão série D e Copa Verde do ano de 2021.

Na fase eliminatória, assim como no ano passado, em caso de resultado igual nos dois confrontos, a vantagem da classificação será do clube que tiver feito a melhor campanha na primeira fase, de pontos corridos. A novidade, é que a escolha dos mandos da grande decisão, serão dos clubes finalistas, assim, descartando o fato do mando neutro proposto pela Federação. A responsabilidade dos dois jogos finais será da própria entidade local, mas com a determinação de que os jogos sejam disputados em estádio com mais de 10 mil torcedores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O início do campeonato foi aprovado para o dia 25 de janeiro de 2020, um sábado. Já os dois jogos da grande decisão serão realizados nos dias 18 e 25 de abril. Esta edição do Candangão terá os seguintes clubes de fora do DF: Formosa-GO, Luziânia-GO, Unaí-MG.

SERVIÇO

GAMA

O Alviverde do técnico Vilson Taddei, traz o retorno do atacante Júlio César, os volantes Tarta e Wagner Baloteli, além do zagueiro Gustavo Henrique, voltando de empréstimo do Imperatriz-MA. O Periquito vive a expectativa pelo retornos do goleiro Rodrigo Calaça e o do atacante Nunes. Já o atacante Vitor Xavier deve seguir para o Juventude/RS. Quatro atletas vindos do arquirrival Brasiliense estão confirmados no Gama. São eles o zagueiro Wallace, o meia Luquinhas, o volante e lateral Gabriel e o atacante Michel Platini. O zagueiro Rambo, ex-Sobradinho, também está chegando. Outro nome cogitado é de Elivelto, lateral e meio campista com passagens por Brasiliense e Ceilândia. A apresentação do elenco ocorreu no dia 2 de dezembro.

BRASILIENSE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para a temporada 2020, o Jacaré contratou 16 jogadores, além do técnico Mauro Fernandes, que já passou pelo clube em 2004, quando foi campeão candango. O treinador tem passagens por times como: América-MG, Atlético-GO, Santa Cruz e Bahia. A apresentação oficial da equipe foi no dia 18 de novembro de 2019.

SOBRADINHO

O tricampeão Sobradinho, que terá Luiz Reis como treinador, começou a preparação no dia 3 deste mês. O objetivo para essa temporada é mesclar jogadores jovens como Gabriel e Guilherminho, junto de atletas experientes no elenco, como é o caso de Everton, ex-Luziânia e Real, o goleiro Uoston. A última vez que o Leão levantou a taça do Candangão foi em 2018, após ganhar do Brasiliense nos pênaltis. Naquele ano, o time quebrou um jejum de 31 anos sem vencer o campeonato regional.

CEILÂNDIA

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Ceilândia será comandado pelo técnico Marcelo Conte. O Gato Preto tem um reforço um tanto quanto inusitado para buscar o título do Candangão 2020. A aposta ousada foi a contratação de um hinólogo para motivar o elenco. O profissional vai trabalhar com o lado fisiológico de pacientes.

REAL BRASÍLIA

O Real Brasília, antigo Real Futebol Clube, será comandado no Candangão 2020 pelo técnico Ricardo Antônio. A apresentação do elenco foi no dia 13 de novembro do ano passado, com novidades que passam pelo zagueiro Pedrão, ex-Gama e EC Pelotas, além Danilo Itaporanga, Léo Campos, o lateral Dedê, Igor João, Léo Carioca. Os atacantes Emanoel, Paulinho e Erick permaneceram no Real, assim como os atletas Robinho, Andrei Alba, Geovane, Castro Jr, e os goleiros Léo Rodrigues e Henrique. A contratação mais recente foi o meio-campista Davi Ceará, que estava na Portuguesa-RJ.

TAGUATINGA

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para o Candangão 2020, o Taguatinga deve ter Júnior Araújo como técnico da equipe. A apresentação, ocorrida no dia 9 de dezembro de 2019. Um nome forte para a edição deste ano é o atacante uruguaio Beto Acosta. Atualmente com 42 anos, ele despontou no Náutico, em 2007. Em seguida, jogou a Série B no Corinthians, em 2008. Ele também já passou pelo Brasiliense, em 2012. A Águia terá no elenco o icônico sósia do jogador Filipe Luís, lateral-esquerdo do Flamengo. Matheus Almeida, de 18 anos, já atuou nas categorias de base do Nova Iguaçu e Artsul, time que originou o apelido do jogador. Durante uma partida contra o Madureira, a torcida começou a chamá-lo de Filipe Luís. Por coincidência, assim como o jogador Rubro-Negro, Matheus também joga como lateral-esquerdo.

CEILANDENSE

O vice-campeão da segunda divisão de 2019 ainda deve apresentar novidades. O treinador que comandará a equipe será Marquinhos Carioca. Na campanha da segunda divisão candanga, Flu foi o comandante na campanha do Dragão na segundona do DF.

FORMOSA-GO

O elenco do da Cobra-Cipó se apresentou no dia 2 de janeiro deste ano, e conta com nova diretoria para 2020. O time goiano será treinado por Heli Carlos, que terá em mãos as apostas no atacante Jessuí e goleiro Márcio Fernandes para disputar a competição. A prefeitura da cidade é outro suporte que o time ganhou para o Candangão 2020. O investimento gira em torno de aproximadamente R$ 400 mil no clube.

PARANOÁ

O Paranoá, que foi campeão candango da segundona de 2019, será comandado pelo técnico Vandinho Silva. Especulou-se uma parceria com o Paracatu-MG, mas as conversas não avançaram. Antes de estrear no campeonato, a Cobra Sucuri ganhou por 1 x 0 o amistoso contra o Rio Claro-MG no último sábado (18), no estádio JK, no Paranoá. O time perdeu boa parte do elenco campeão da segunda divisão brasiliense de 2019. Com isso, tenta fazer uma boa competição com atletas como o goleiro Michel e o atacante Guto.

UNAÍ-MG

Após atuar por cinco anos em Paracatu-MG, o Unaí está de volta ao Candangão 2020 atuando na cidade de origem. O técnico dos mineiros deve ser Rubio Guerra, com a gestão de futebol à cargo de Fabinho Souza.

CAPITAL

A Coruja será comandada pelo treinador Luiz Carlos Souza. Já foram anunciados 22 atletas. Entre eles, foram contratados os goleiros Michael e Claysson, o meio-campista William e o lateral direito Weverton Correa. Os últimos reforços foram o meia Fernando Sampaio e os atacantes Dé e Américo. O lateral Maicon, que jogou na Seleção Brasileira e Inter de Milão, foi cogitado na equipe, que não acertou a contratação do jogador.

LUZIÂNIA

Campeão em 2014 e 2016 do Candangão, o Luziânia chega para esta edição com Sebastião Rocha no comando da equipe à beira do campo. O clube aguarda pelo tradicional apoio financeiro da Prefeitura da cidade.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade