fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

ATP e WTA cancelam torneios em Madri com aumento de casos de covid-19 na Espanha

Em um comunicado oficial divulgado nesta terça-feira, a ATP e a WTA lamentaram o cancelamento dos torneios e destacaram os esforços feitos pela organização espanhola

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

As organizações da ATP e da WTA, as respectivas associações de tenistas profissionais masculina e feminina, anunciaram nesta terça-feira o cancelamento de seus torneios de tênis em Madri, que seriam realizados em setembro, por conta do aumento de casos de covid-19 na Espanha, especialmente na região da capital do país. A decisão foi tomada em conjunto com as autoridades de saúde locais.

Os eventos masculino, chamado de Masters 1000, e o feminino, o Torneio de Madri, seriam disputados originalmente em maio, mas com a pandemia do novo coronavírus foram transferidos para setembro, se juntando a Roma, na Itália, e Roland Garros, na França, como os principais locais do calendário de 2020 para as disputas na Europa em quadras de saibro.

Em um comunicado oficial divulgado nesta terça-feira, a ATP e a WTA lamentaram o cancelamento dos torneios e destacaram os esforços feitos pela organização espanhola em tentar a realização de ambos mesmo em meio à pandemia.

“Nós dividimos o desapontamento pelo fato de o Masters 1000 de Madri não ser mais realizado neste ano. As circunstâncias envolvendo a covid-19 seguem acontecendo e nós continuamos atendendo as recomendações das autoridades locais para tomar uma decisão. Quero agradecer os organizadores por todos os esforços para ter o torneio neste ano, incluindo a mudança de data de maio para setembro, e esperamos um retorno com sucesso em 2021”, afirmou Andrea Gaudenzi, presidente da ATP, na nota oficial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Steve Simon, CEO da WTA, agradeceu o tenista Feliciano López, diretor da competição, por tudo que fez para que o evento fosse realizado. “Estamos desapontados que o torneio não será disputado, mas estamos orgulhosos da dedicação mostrada por Feliciano e toda a organização, que trabalharam duramente para buscar todas as alternativas possíveis de jogar nesse ano. Sabemos como os torcedores adoram uma competição com a participação de homens e mulheres, mas temos que nos manter vigilantes para garantir a saúde de todos”.

Madri seria o pontapé inicial para a temporada europeia no saibro, que terminará com a realização, ainda confirmada, de Roland Garros, Grand Slam disputado em Paris. Na Espanha, só nas últimas 24 horas, o Ministério da Saúde do país registrou nesta terça-feira mais 1.178 novos casos (em um total de 302.814) e 26 óbitos (em um total de 28.498 mortes desde o início da pandemia).

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade