Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Ponto do Servidor

Sobre empurrar com a barriga

Por Arquivo Geral 22/12/2017 7h00

Ficou para o ano que vem o envio do projeto de lei que reestrutura a carreira e recompõe os salários dos servidores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU). Segundo o presidente do Sindireta, Ibrahim Yusef, a situação é insustentável e não há razões para que não seja corrigida imediatamente. “O governo sempre alegou que o problema era a Lei de Responsabilidade Fiscal. Agora, tem que cumprir a palavra e corrigir este erro nefasto” afirmou.

Além do esperado

Ainda segundo Yusef, a Secretaria de Planejamento recebeu os estudos com o impacto da recomposição e informou que o custo ficou além do esperado. “Já havia previsão orçamentária para os salários integrais e corrigidos em 2015. Não aceitaremos mais ser empurrados com a barriga”, finalizou.

Prioridade aos professores com deficiência

Já está em vigor a lei que garante aos professores com deficiência física da rede pública de ensino prioridade na escolha de turmas. Publicado ontem, o texto é de autoria do deputado distrital Bispo Renato (PR), que calcula que a medida beneficie cerca de 600 profissionais da área de educação. “Esta lei assegura o direito à proteção e à inserção social da pessoa com deficiência em um ambiente que não poderia ser mais importante: a educação. Além de ser um direito, esta legislação vai trazer consciência e muito conhecimento aos nossos alunos e demais docentes”, defende o parlamentar.

Caixa reforçado

Já entrou em vigor a lei que reforça o caixa da Justiça Federal e da Defensoria Pública da União com R$ 36,2 milhões. O dinheiro servirá para pagar auxílio-funeral e natalidade, auxílio transporte, assistência pré-escolar, assistência médica e odontológica aos servidores civis, empregados, militares e dependentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar