Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

‘Vida em primeiro lugar’, diz Bolsonaro após reunião com líderes nacionais

O presidente Jair Bolsonaro anunciou também a criação de um comitê para coordenar as ações de enfrentamento à pandemia

Por Guilherme Gomes 24/03/2021 11h01
Foto: Evaristo Sá/ AFP

Após se reunir com os líderes do governo, nesta quarta-feira (24) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conversou com a imprensa para dar esclarecimentos sobre o combate a Covid-19 no Brasil. O chefe do executivo afirmou que a reunião foi proveitosa e que o clima é de união.

“Vida em primeiro lugar. Resolvemos que será criado uma coordenação junto com os governadores”, disse Bolsonaro após meses de ataques às medidas de isolamento impostas pelos governantes e prefeitos.

Depois de muitas discussões e crises institucionais durante a pandemia, Bolsonaro adotou um tom pacífico e finalizou seu discurso falando sobre união. “Nosso esforço entre os três poderes é para não ter conflitos. Esse é o caminho pro Brasil sair da situação em que se encontra”, finalizou.

Também presente na reunião, o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga foi o segundo a falar com a imprensa e discursou sobre as novas diretrizes da pasta. “O sistema de saúde do Brasil dará as respostas que a população quer”, afirmou.

Congresso Nacional

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), também teve seu espaço de fala durante o pronunciamento dos líderes. O chefe do Congresso exaltou a postura de Jair Bolsonaro. “Medidas precisam ser tomadas […] é um pacto nacional liderado pelo presidente Bolsonaro”, afirmou.

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), afirmou que a união é fundamental para a comunicação. “Temos que despolitizar a pandemia e tratar o problema que afeta todos nós […] temos que falar uma linguagem só”, disse.

Presidente do STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, foi breve em seu pronunciamento e falou sobre estratégias para evitar a judicialização que segundo ele é “um fator de demora” para a tomada das decisões durante a pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Governadores

O governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), representou os governadores durante a reunião. O médico e político falou sobre a criação da comissão que dará as diretrizes que serão tomadas para o combate à pandemia. “Foi construído na reunião de hoje um ponto de concórdia da convergência de todas para salvar vidas”, disse Caiado em tom robusto.

Comitê de enfrentamento da pandemia

O presidente Jair Bolsonaro anunciou também a criação de um comitê para coordenar as ações de enfrentamento à pandemia. Ele afirmou que o comitê vai reunir o governo federal, os governadores e o Senado Federal Senado Federal.
“Da nossa parte, um comitê que se reunirá toda semana para redirecionar o combate ao coronavirus”, disse.

Bolsonaro afirmou que a reunião foi marcada pela “unanimidade, a intenção de nos dedicarmos cada vez mais à vacinação em massa no Brasil”. Por outro lado, voltou a falar que discutiu na reunião o tratamento precoce contra a Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar