Menu
Política & Poder

PF indicia cantor Sérgio Reis, deputado Zé Trovão e mais 11 por atos antidemocráticos

Todos vinham sendo investigados pela PF por participação de atos no dia 7 de setembro de 2021, quando houveram incitação de obstruções de vias e também pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF

João Paulo Nunes

05/07/2024 7h24

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

A Polícia Federal vem trabalhando para combater os envolvidos em antidemocráticos e dessa vez os alvos foram os deputados Zé Trovão (PL-SC), o cantor de música sertaneja, Sérgio Reis e outras 11 pessoas apoiadoras e aliadas a Jair Bolsonaro.

Todos vinham sendo investigados pela PF por participação de atos no dia 7 de setembro de 2021, quando houveram incitação de obstruções de vias e também pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Foram imputados a Zé Trovão, Sérgio Reis e outros, a responsabilidade por delitos de incitação ao crime, associação criminosa e tentativa de impedir o livre exercício dos Poderes.

O crime cometido foi de tentar impedir o funcionamento dos Poderes e foi enquadrado na antiga Lei de Segurança Nacional e podem ter penas variando de dois a seis anos de prisão.

Além de Zé Trovão e Sérgio Reis, estão também o ex-presidente da Aprosoja (Associação Brasileira dos Produtores de Soja e Milho), Antônio Galvan, e o jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio.

Sérgio Reis não se manifestou sobre indiciamento e Zé Trovão disse não saber do indiciamento. O processo corre em sigilo e está nas mãos de Paulo Gonet, que avalia se formalizará a denúncia.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado