Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Pazuello foi quem mais faltou com a verdade na CPI, diz presidente

Omar Aziz ressalta que o ex-ministro está sendo desmentido por vídeos. Pazuello deve ser convocado novamente

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), acredita que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi o depoente que mais faltou com a verdade até o momento. A comissão ouviu quase 40 pessoas desde o início dos trabalhos, em abril, e agora está em recesso.

“O general Pazuello, infelizmente, foi lá e deixou de falar a verdade e está sendo desmentido com vídeos, com reuniões, com várias informações”, disse Aziz, em entrevista à Globonews. “A pessoa que mais faltou com a verdade foi o general Pazuello”, prosseguiu.

Entre as informações repassadas por Pazuello à CPI que não batem com a verdade, está um vídeo onde o ex-ministro aparece negociando com terceiros a compra de vacinas contra a covid-19. Na comissão, ele diz que não fez negociação deste tipo.

Também é questionada a relação entre Pazuello e o presidente Jair Bolsonaro. O ex-ministro disse aos senadores que Bolsonaro nunca deu ordens para nada. Contudo, um vídeo gravado pela dupla mostra o general falando: “Um manda e o outro obedece”.

Pazuello depôs por duas vezes à CPI e deve comparecer uma terceira vez — já há requerimento aprovado. No primeiro depoimento, o general teve um mal-estar e deu continuidade no dia seguinte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar