Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Moraes nega pedido de Bolsonaro e mantém depoimento

A negativa do ministro ocorre logo após a AGU entrar com um recurso no Supremo pedindo para que o presidente não comparecesse

Por Geovanna Bispo 28/01/2022 2h44
Foto: Alexandre de Moraes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes negou, na tarde desta sexta-feira (28), o pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL) para não depor presencialmente à Polícia Federal (PF).

Bolsonaro deveria depor à polícia nesta sexta, às 14h, sobre a investigação que apura se ele teria vazado informações sigilosas em uma live. A determinação sobre o depoimento foi do próprio Moraes.

A negativa do ministro ocorre logo após a Advocacia-Geral da União (AGU) entrar com um recurso no Supremo pedindo para que o presidente não comparecesse e que a decisão de Moraes fosse analisada de forma conjunta.

O presidente é investigado por ter divulgado em suas redes sociais, em agosto do ano passado, documentos sigilosos sobre uma possível invasão ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). À época, o objetivo de Bolsonaro era colocar em dúvida a segurança das urnas eletrônicas.

Em novembro, Moraes deu 60 dias para que Bolsonaro decidisse dia, horário e local para o depoimento, mas não houve retorno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar