Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Grupo de economistas ligados ao PT já reúne 86 integrantes e segue sem porta-voz

Um dos últimos a aderir é o vereador Eduardo Suplicy (SP), após ter reclamado publicamente por não fazer parte do colegiado

Por FolhaPress 20/01/2022 10h48

Fábio Zanini
São Paulo, SP

Já são 86 os integrantes do grupo de economistas da Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT, número que não para de crescer.

Um dos últimos a aderir é o vereador Eduardo Suplicy (SP), após ter reclamado publicamente por não fazer parte do colegiado, conforme revelou a coluna Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo. Ele é defensor há décadas das políticas de renda mínima.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por enquanto, não nomeou um porta-voz para essa área, e tem dito internamente que é possível que essa posição nem exista durante a campanha eleitoral.

Petistas afirmam que, com isso, ele procura demonstrar que será, em última instância, o fiador do programa econômico do partido.

Os economistas têm feito reuniões para debater propostas que poderão ser integradas ao programa de Lula.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar