Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Ex-estagiária de Lewandowski é alvo de operação da PF

Ela teria sido informante sobre as coisas que aconteciam no gabinete do ministro ao blogueiro bolsonarista, Allan dos Santos

Por Geovanna Bispo 07/10/2021 2h53
stf Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Na tarde desta quinta-feira (07), a Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na casa da ex-estagiária do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. Além da busca, o ministro determinou que ela fosse ouvida pela PF.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, Tatiana Garcia Bressan teria sido informante sobre as coisas que aconteciam no gabinete do ministro ao blogueiro bolsonarista, Allan dos Santos. A relação foi descoberta através de troca de mensagens entre os dois, onde Bressan teria pedido para Santos ajuda para conseguir uma vaga de estágio no gabinete da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

Porém, ao saber onde Tatiana trabalhava, Allan pediu para que ela continuasse como “informante” dele na casa. Em resposta, ela teria respondido que seria “uma honra”. As mensagens entre Santos e Bressan constam no inquérito das fake news, onde o blogueiro é investigado.

Tatiana estagiou na Suprema Corte de 19 de julho de 2017 a 20 de janeiro de 2019, dois meses antes da abertura dos inquéritos contra Allan, que também é investigado em outro processo onde busca-se identificar quem financia as fake news e os atos antidemocráticos.

Logo no primeiro diálogo, Allan pergunta a Tatiana o que ela vê de mais espantoso no gabinete de Lewandowski. “O que vi de mais espantoso é que realmente eles decidem o que querem e como querem. Algumas decisões são modificadas porque alguém importante liga pro ministro”.








Você pode gostar