Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Bolsonaro nomeia ex-diretor da PF para cargo na embaixada do Brasil em Washington

Nomeação foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (13). Ele ficará no posto por três anos

Foto: Isac Nóbrega/PR

Raquel Lopes
Brasília, DF

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o ex-diretor da Polícia Federal Rolando Alexandre de Souza para o cargo de adido da Polícia Federal na embaixada do Brasil em Washington.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (13). Ele ficará no posto por três anos.
Rolando assumiu o cargo na PF em maio do ano passado.

A escolha de Souza ocorreu após o ministro Alexandre de Moraes, STF (Supremo Tribunal Federal), ter barrado o nome de Alexandre Ramagem, amigo da família do presidente, para o comando da polícia.

Rolando virou diretor-geral em um momento turbulento, após o ex-ministro Sergio Moro pedir demissão acusando o presidente de querer interferir nos trabalhos da corporação.

O delegado deixou o comando da corporação em 6 de abril, menos de um ano após sua indicação, e foi substituído por Paulo Maiurino.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar