Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Após rejeição, Bolsonaro vai à PGR contra Moraes

A nova apresentação de Bolsonaro, assim como anterior, alega suposto abuso de autoridade do ministro

Foto: Reprodução

Após o ministro Dias Toffoli do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitar ação movida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o também ministro Alexandre de Moraes, o mandatário buscou a Procuradoria-Geral da República (PGR) e apresentou novo pedido.

A nova apresentação de Bolsonaro, assim como anterior, alega suposto abuso de autoridade do ministro. Segundo o presidente, o inquérito das fake news como base não se justifica e o ministro comete “sucessivos ataques à democracia, desrespeito à Constituição e desprezo aos direitos e garantias fundamentais”. O presidente é um dos investigados no processo.

Além de Toffoli, o presidente da Casa, Luiz Fux, defendeu Moraes e afirmou que ele conduz o inquérito com “extrema seriedade e competência”. “Considerando-se que os fatos narrados na inicial evidentemente não constituem crime e que não há justa causa para o prosseguimento do feito, nego seguimento”, declarou Toffoli.








Você pode gostar