Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Ao vivo: CPI ouve Marcos Tolentino

Tolentino já deveria ter prestado depoimento, mas conseguiu postergar a oitiva através de atestado médico

Por Willian Matos 14/09/2021 10h43
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A CPI da Pandemia ouve hoje o advogado e empresário Marcos Tolentino da Silva. Ele é suspeito de ser sócio-oculto do Fib Bank, empresa que concedeu uma garantia financeira de R$ 80,7 milhões à Precisa Medicamentos no contrato da vacina indiana Covaxin.

O depoimento de Tolentino aos senadores estava marcado para o começo de setembro, mas o empresário informou que havia sido internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com “formigamento no corpo”, e não compareceu. O médico que o concedeu atestado, no entanto, disse à CPI ter percebido que o paciente teria faltado com a verdade.

Dono da Rede Brasil de Televisão, Tolentino é amigo pessoal do líder do Governo na Câmara, Ricardo Barros (Progressistas-PR), investigado pela CPI. Os senadores querem entender o papel de Tolentino no Fib Bank e na negociação da Covaxin junto ao Ministério da Saúde.

Assista ao depoimento:






Você pode gostar