Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

República Tcheca, Áustria e Eslovênia registram primeiros casos de varíola do macano

Nos últimos dias, a presença desse vírus raro, endêmico em certas regiões da África, foi reportada em vários países europeus

Foto: REUTERS/Denis Balibouse

A República Tcheca, a Áustria e a Eslovênia registraram seus primeiros casos de varíola do macaco, segundo informações das autoridades sanitárias desses países.

Na República Tcheca, a doença foi detectada em um homem no Hospital Militar Universitário de Praga, informou o diretor da Sociedade Tcheca de Doenças Infecciosas, Pavel Dlouhy. 

“Era apenas uma questão de tempo, estávamos esperando por isso há dias”, disse ele à AFP. 

O Instituto Nacional de Saúde Pública da República Tcheca explicou em comunicado que o homem apresentou sintomas da doença após retornar de um festival de música em Antuérpia (norte da Bélgica) no início de maio.

Na Áustria, um homem hospitalizado em Viena no domingo com sintomas de varíola do macaco, incluindo febre, teve o diagnóstico da doença confirmado, disseram autoridades de saúde da capital.

E na Eslovênia, um homem que desenvolveu sintomas após retornar das Ilhas Canárias, na Espanha, contraiu a varíola do macaco, de acordo com as autoridades de saúde locais.

Nos últimos dias, a presença desse vírus raro, endêmico em certas regiões da África, foi reportada em vários países europeus, incluindo Reino Unido, França e Espanha, bem como nos Estados Unidos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Autoridades médicas, incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS), acreditam que o risco dessa doença se espalhar amplamente é reduzido.

AFP








Você pode gostar