Menu
Mundo

Presidente eleito do Irã expressa apoio ao Hezbollah contra Israel

“A República Islâmica do Irã sempre apoiou a resistência dos povos da região contra o ilegítimo regime sionista”, disse Pezeshkian, referindo-se a Israel

Redação Jornal de Brasília

08/07/2024 16h48

Foto: Reprodução/ AFP)

O presidente eleito do Irã, Masud Pezeshkian, expressou nesta segunda-feira (8) o apoio de seu país ao Hezbollah e denunciou as “políticas belicistas e criminosas” de Israel contra os palestinos e outros povos da região.

“A República Islâmica do Irã sempre apoiou a resistência dos povos da região contra o ilegítimo regime sionista”, disse Pezeshkian, referindo-se a Israel, em uma mensagem dirigida ao líder do poderoso movimento libanês, Hassan Nasrallah, divulgada pela agência estatal de notícias Irna.

“O apoio à resistência tem suas raízes na política fundamental da República Islâmica do Irã”, acrescentou o reformista Pezeshkian, que ganhou as eleições presidenciais de sábado contra o ultraconservador Saïd Jalili.

Além disso, declarou sua confiança no “movimento de resistência” para impedir que Israel “prossiga sua política belicista e criminosa” contra a Palestina e outras nações da região.

Israel e Hezbollah, aliado do Hamas, trocam disparos quase diários na fronteira israelense-libanesa desde o início da guerra em Gaza, o que gera temores de um novo conflito regional.

As eleições presidenciais iranianas, antes previstas para 2025, foram antecipadas após a morte do presidente Ebrahim Raissi em um acidente de helicóptero em maio.

O Irã realizou um ataque com drones e mísseis contra Israel em 13 de abril, alegando ter agido em “legítima defesa” depois do atentado que destruiu seu consulado e matou sete militares em Damasco em abril. Israel não confirmou nem negou seu envolvimento no ataque.

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado