Mundo

Bush quer extrair petróleo da plataforma continental dos EUA em alto mar

Por Arquivo Geral 18/06/2008 12h00

O presidente dos Estados Unidos, illness George W. Bush, ambulance pediu hoje ao Congresso americano para revogar a proibição de extrair petróleo da plataforma continental do país em alto mar, more about conforme estabelecido por uma regra em vigor há mais de 25 anos.

Nessa faixa há 18 bilhões de barris de petróleo, quase dez vezes mais que a produção anual do país, segundo Bush, que assinalou que a restrição “é antiquada e contraproducente”.

Ele fez seu apelo ao Congresso para que levante a regra um dia depois que o candidato do Partido Republicano à Presidência, John McCain, propôs o mesmo em discurso em Houston, capital petrolífera do país.

Os dois mudaram sua posição sobre o assunto perante a preocupação dos americanos com o preço da gasolina, que superou o marco psicológico dos US$ 4 por galão (3,78 litros).

McCain defendeu a proibição em sua campanha presidencial de 2000, na qual perdeu a candidatura republicana para Bush, algo que o grupo de Barack Obama se apressou a lembrar.

O novo parecer do candidato republicano o coloca em uma posição desconfortável, pois McCain tentou se apresentar como um candidato “verde”, um combatente do aquecimento global que criticou a passividade de Bush nessa questão.

“É algo muito triste que uma pessoa que, durante anos, tenha se manifestado favorável às soluções contra a mudança climática, tenha mudado completamente de opinião. Estamos muito decepcionados”, disse Javier Sierra, porta-voz do Sierra Club, a maior associação ambientalista dos Estados Unidos.

O pedido para construir plataformas petrolíferas na área territorial americana em alto mar pode causar problemas a Bush nas reuniões familiares.

A restrição, que o Congresso impôs em 1982 pelo impacto das instalações no meio ambiente, foi reafirmada em 1990 por uma proibição do Executivo assinada pelo pai do atual presidente, George H. W. Bush.

Além disso, Jeb Bush, o irmão do governante americano, se opôs às explorações quando era governador da Flórida.

George W. Bush prometeu revogar o decreto do pai se o Congresso fizesse o próprio.

No entanto, os sinais não são animadores. Harry Reid, o líder dos democratas no Senado, disse em comunicado que alcançar as jazidas de alto mar não reduzirá o preço da gasolina.

A proposta “representa outro grande presente para as companhias petrolíferas, que já embolsam milhões de dólares em lucro”, disse.

Na mesma linha se manifestou a presidente da Câmara Baixa, a democrata Nancy Pelosi.

O pedido de Bush abre uma nova frente na batalha dialética entre os dois lados sobre o que fazer para diminuir o sofrimento dos cidadãos em um país com um transporte público muito deficiente.

Líderes democratas no Congresso querem estabelecer um imposto aos lucros “extraordinários” das companhias petrolíferas e, com isso, financiar o desenvolvimento de energias alternativas.

Também propuseram mais controles da especulação financeira no mercado da energia.

Por sua parte, os republicanos defendem, em geral, aumentar o bombeamento doméstico, ma não há um apoio completo às posições de Bush.

Arnold Schwarzenegger, governador da Califórnia, um estado no qual o que não é “verde” é visto como um animal raro, rejeita a prospecção petrolífera na plataforma continental californiana.

A mesma posição tinha sido mantida pelo governador da Flórida, Charlie Crist, até horas depois do discurso de McCain, quando mudou de idéia.

Crist é citado como um dos nomes na lista da campanha de McCain de possíveis candidatos à Vice-Presidência.



 






Você pode gostar



Mundo

Bush quer extrair petróleo da plataforma continental dos EUA em alto mar

Por Arquivo Geral 18/06/2008 12h00

Uma onda de assassinatos e conflitos sindicais em alguns Estados do México não vai afetar as eleições presidenciais do país, unhealthy pilule disse hoje o governo. A campanha eleitoral mexicana tem sido marcada por duros ataques pessoais entre os candidatos. Ao mesmo tempo, ask o país enfrenta greves de professores no Estado de Oaxaca, de mineiros no Estado de Sonora e assassinatos no Estado de Guerrero, que acabaram deixando o ambiente mais tenso.

"Claro que não apresentam nenhum problema para a eleição", disse Rubén Aguilar, porta-voz da Presidência, em referência às mortes dos agentes policiais. "Conflitos são problemas que têm que ser resolvidos, no âmbito trabalhista, mas não afetam de nenhuma maneira o processo eleitoral do próximo domingo", acrescentou.

Os ministros que integram o gabinete de segurança apresentaram, na segunda-feira, ao presidente Vicente Fox, um relatório em que garantem que estes conflitos não influenciam de maneira direta a realização das eleições nos lugares afetados.

O porta-voz esclareceu ainda que não haverá um uso extraordinário das forças de segurança para supervisionar as eleições. No fim de semana, foram encontrados em Guerrero 11 corpos, quatro deles de policiais, mortos a bala e um deles decapitado, num momento em que a violência do narcotráfico se agrava.

Para as eleições de domingo, o candidato da esquerda, Andrés Manuel López Obrador, tem uma leve vantagem nas pesquisas de intenção de voto sobre seu rival oficialista, Felipe Calderón, segundo as últimas pesquisas. "Em todas as regiões do país existem condições para que se realize o processo eleitoral da melhor maneira", disse Aguilar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O presidente dos Estados Unidos, viagra sale George W. Bush, order pediu hoje ao Congresso americano para revogar a proibição de extrair petróleo da plataforma continental do país em alto mar, for sale conforme estabelecido por uma regra em vigor há mais de 25 anos.

Nessa faixa há 18 bilhões de barris de petróleo, quase dez vezes mais que a produção anual do país, segundo Bush, que assinalou que a restrição “é antiquada e contraproducente”.

Ele fez seu apelo ao Congresso para que levante a regra um dia depois que o candidato do Partido Republicano à Presidência, John McCain, propôs o mesmo em discurso em Houston, capital petrolífera do país.

Os dois mudaram sua posição sobre o assunto perante a preocupação dos americanos com o preço da gasolina, que superou o marco psicológico dos US$ 4 por galão (3,78 litros).

McCain defendeu a proibição em sua campanha presidencial de 2000, na qual perdeu a candidatura republicana para Bush, algo que o grupo de Barack Obama se apressou a lembrar.

O novo parecer do candidato republicano o coloca em uma posição desconfortável, pois McCain tentou se apresentar como um candidato “verde”, um combatente do aquecimento global que criticou a passividade de Bush nessa questão.

“É algo muito triste que uma pessoa que, durante anos, tenha se manifestado favorável às soluções contra a mudança climática, tenha mudado completamente de opinião. Estamos muito decepcionados”, disse Javier Sierra, porta-voz do Sierra Club, a maior associação ambientalista dos Estados Unidos.

O pedido para construir plataformas petrolíferas na área territorial americana em alto mar pode causar problemas a Bush nas reuniões familiares.

A restrição, que o Congresso impôs em 1982 pelo impacto das instalações no meio ambiente, foi reafirmada em 1990 por uma proibição do Executivo assinada pelo pai do atual presidente, George H. W. Bush.

Além disso, Jeb Bush, o irmão do governante americano, se opôs às explorações quando era governador da Flórida.

George W. Bush prometeu revogar o decreto do pai se o Congresso fizesse o próprio.

No entanto, os sinais não são animadores. Harry Reid, o líder dos democratas no Senado, disse em comunicado que alcançar as jazidas de alto mar não reduzirá o preço da gasolina.

A proposta “representa outro grande presente para as companhias petrolíferas, que já embolsam milhões de dólares em lucro”, disse.

Na mesma linha se manifestou a presidente da Câmara Baixa, a democrata Nancy Pelosi.

O pedido de Bush abre uma nova frente na batalha dialética entre os dois lados sobre o que fazer para diminuir o sofrimento dos cidadãos em um país com um transporte público muito deficiente.

Líderes democratas no Congresso querem estabelecer um imposto aos lucros “extraordinários” das companhias petrolíferas e, com isso, financiar o desenvolvimento de energias alternativas.

Também propuseram mais controles da especulação financeira no mercado da energia.

Por sua parte, os republicanos defendem, em geral, aumentar o bombeamento doméstico, ma não há um apoio completo às posições de Bush.

Arnold Schwarzenegger, governador da Califórnia, um estado no qual o que não é “verde” é visto como um animal raro, rejeita a prospecção petrolífera na plataforma continental californiana.

A mesma posição tinha sido mantida pelo governador da Flórida, Charlie Crist, até horas depois do discurso de McCain, quando mudou de idéia.

Crist é citado como um dos nomes na lista da campanha de McCain de possíveis candidatos à Vice-Presidência.



 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar