Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Sérgio Rial deixará presidência do Santander Brasil

Carlos Rey de Vicente, por sua vez, será o diretor regional da América do Sul do Grupo Santander

Isabela Bolzani
FolhaPress

Após sete anos no comando do Santander Brasil, Sérgio Rial vai deixar a chefia do banco a partir de janeiro de 2022 para assumir a presidência do conselho de administração da instituição. Em seu lugar, Mario Roberto Opice Leão, que hoje lidera a área de corporate banking, vai assumir o cargo de presidente executivo. Carlos Rey de Vicente, por sua vez, será o diretor regional da América do Sul do Grupo Santander.

Rial permanecerá como membro do conselho de administração do Grupo Santander, presidente da Ebury e membro do conselho da PagoNxt, subsidiária global de pagamentos do banco espanhol. A presidente mundial do Banco Santander, Ana Botín, afirmou que Rial ajudou a tornar a subsidiária brasileira um dos bancos mais rentáveis da América do Sul, com um forte histórico de inovações e foco no cliente.

“Um agradecimento especial ao Sérgio por sua liderança nos últimos sete anos, que superou nossas expectativas em todos os sentidos. Espero trabalhar com ele, Mario e Carlos para continuarmos cumprindo nossos objetivos estratégicos, apoiando pessoas e empresas a prosperar, e construindo o One Santander”, afirmou a executiva em comunicado divulgado pelo banco nesta terça-feira (27).






Você pode gostar