Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Na crise, 25% dos brasileiros não vão presentear no Dia das Mães, diz pesquisa

Entre os que vão presentear, os reflexos do isolamento social e da crise devem aparecer nas compras deste ano, com preferência pelo parcelado

Foto: Agência Brasil

Joana Cunha
São Paulo, SP

Em meio à crise, quase 25% dos brasileiros não pretendem dar presentes no Dia das Mães de 2021 e 17% ainda não sabem se vão presentear, segundo pesquisa da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

Entre os que vão presentear, os reflexos do isolamento social e da crise devem aparecer nas compras deste ano, com preferência pelo parcelado e uma nova tendência de demanda por produtos de home office e delivery de comida. Os itens mais buscados ainda são as roupas, calçados e adereços, com 65% das intenções de compra. Na sequência, a preferência é por perfumes e cosméticos (54%), pouco acima dos tradicionais móveis e eletrodomésticos (50%).

Com 20% das intenções de compra estão os aparelhos como celular e computador, uma demanda que pode ter sido influenciada pelo home office e a quarentena, segundo a ACSP. Cestas de café da manhã e delivery de comida também estão na lista.

Segundo a pesquisa, que ouviu 1.554 pessoas no país, o parcelado vai ser a forma de pagamento preferida para itens mais caros.

As informações são da Folhapress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar