Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Moradores de municípios atingidos por chuvas poderão sacar até R$ 6.220 do FGTS

Todas as agências da Caixa já estão funcionando para o saque do FGTS por calamidade e abrindo às 9h para atendimento da população

Por Camila Bairros 05/07/2022 7h26
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

As pessoas que residem em áreas que foram afetadas pelas fortes chuvas que atingiram Alagoas poderão solicitar o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. De acordo com a Caixa Econômica Federal, os valores serão disponibilizados para saque após decreto de estado de calamidade feito pelo município e reconhecido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

No Alagoas, são 28 cidades afetadas, mas municípios de outros estados como Amapá, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo também foram habilitados com o saque FGTS por calamidade. Confira a lista completa.

Todas as agências da Caixa já estão funcionando para o saque do FGTS por calamidade e abrindo uma hora mais cedo, às 9h, para atendimento da população.

Após a definição, quem teve sua residência afetada poderá realizar o saque do FGTS de forma digital, sem necessidade de ir a uma agência, por meio do aplicativo FGTS, pela opção Saque Digital. É necessário possuir saldo positivo na conta do FGTS e não ter realizado saque pelo mesmo motivo em período inferior a 12 meses. O valor máximo para retirada é de R$ 6.220.

Atendimento móvel

Para facilitar o atendimento de toda a população, a Caixa está deslocando uma unidade de atendimento móvel, o chamado caminhão-agência, para as regiões afetadas, e a previsão é que ele chegue na quarta-feira (6), com funcionamento das 8h às 16h.

Tal como as unidades de agência física, o caminhão terá atendimento aos beneficiários do Auxílio Brasil; atendimento aos beneficiários do Abono Salarial; pagamento do FGTS; concessão de crédito; e auxílio na utilização de aplicativos do banco, como desbloqueio de cartão, senhas e outros; além de movimentação de dinheiro em espécie.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar