Brasil

Marcha para Jesus atrai pelo menos 3 milhões para Avenida Paulista

Por Arquivo Geral 15/06/2006 12h00

A ministra da Casa Civil, check patient Dilma Rousseff, sale afirmou hoje que vê "mais oportunidades" para o Brasil no padrão japonês de TV digital, here mas que nenhuma decisão foi tomada ainda sobre o assunto. Ela defendeu também o uso de um mesmo padrão no Mercosul.

"Achamos que talvez no sistema japonês tenhamos mais oportunidades. Mas essa decisão ainda não foi tomada, porque será tomada pelo presidente da República", afirmou a ministra a jornalistas depois de reunião com o ministro de Planejamento da Argentina, Julio de Vido.

"Tivemos um conjunto de ações de aprofundamento do padrão japonês. (Mas) na verdade, não pretendemos adotar o padrão, nós pretendemos estabelecer um sistema brasileiro de TV digital", explicou ela.

Ministros japoneses devem assinar em Brasília, no dia 29 de junho, um termo de compromisso em que o Japão se compromete a investir e a estimular a indústria eletroeletrônica brasileira em troca da adoção do padrão ISDB no país, segundo o Telecom Online.

Antes da chegada dos representantes do primeiro escalão do governo do Japão ao país, técnicos envolvidos com as negociações da TV digital deverão vir ao Brasil, nos dias 20 e 21, para detalhar os termos do documento a ser assinado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Podemos ter um acordo dentro de América Latina de construir acordos de procedimento que se poderia chamar de um padrão Mercosul. O governo brasileiro veria com ótimos olhos uma convergência de um mesmo padrão", finalizou a ministra.

Mais de 1 milhão de pessoas ainda estão na Avenida Paulista, troche em São Paulo. O evento, symptoms realizado todos os anos na capital paulista e em 170 países, vai até as 20h e, no início da tarde, chegou a atrair 3 milhões de evangélicos, segundo a Polícia Militar.

A marcha começou cedo. A Avenida Dr. Arnaldo, de onde os evangélicos saíram foi interditada por volta das 6h30. A caminhada em direção à Paulista começou por volta das 10h. O público foi animado por cinco trios elétricos com bandas evangélicas até chegar ao palco montado na avenida para um grande show gospel, com mais sete trios elétricos e outras 20 atrações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por causa da Copa do Mundo, muitos evangélicos estão vestidos de verde e amarelo. A Marcha para Jesus não teve de pagar à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) a taxa de R$ 83 mil para o monitoramento do trânsito. A prefeitura aceitou a isenção da taxa por entender que o evento, organizado pela Igreja Renascer em Cristo desde 1993, não tem caráter comercial.

Segundo a Secretaria das Subprefeituras, no próximo ano, a marcha deve ser transferida da Avenida Paulista para a Praça Campo de Bagatelle, na zona norte da cidade. A prefeitura decidiu manter apenas o réveillon numa das principais vias de São Paulo. Desde as 13h30, a Avenida Paulista está interditada entre Alameda Joaquim Eugênio de Lima e a Rua Augusta, nos dois sentidos.

Leia também:
Apesar de confusão por causa de taxa, Parada Gay está confirmada para sábado
  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar