Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Mais de 60% da população tem medo de ser infectado por coronavírus

Enquanto mais de 60% da população tem medo, 36,6% não têm receio de ser infectado. Do total de entrevistados, 2,8% não sabem ou não opinaram

Pesquisas apontam que o novo coronavírus pode sobreviver por cerca de 72 horas em superfícies

Em pesquisa de opinião pública feita pelo Paraná Pesquisas, 2.218 habitantes foram questionados se têm medo de ser infectados pelo novo coronavírus (covid-19). A pesquisa foi estratificada segundo sexo, faixa etária, escolaridade, nível econômico e posição geográfica.

A pesquisa indica que 60,6% dos entrevistados têm medo da doença, enquanto 36,6% não têm receio de ser infectado. Do total de entrevistados, 2,8% não sabem ou não opinaram.

O levantamento dos dados foi feito por meio de entrevistas telefônicas com habitantes acima de 16 anos em 26 estados e no Distrito Federal, entre 13 e 16 de abril de 2020. 20% das entrevistas foram auditadas simultaneamente à realização.

A amostra atinge grau de confiança de 95% com margem de erro de aproximadamente 2% para os resultados. Nas análises das questões por localidade, o grau de confiança atinge 95% com margem de erro de 3% para a Região Sudeste, onde foram realizadas 965 entrevistas; 4% para o estrato da Região Nordeste, onde foram realizadas 597 entrevistas; 5,5% para o estrato da Região Norte + Centro-Oeste onde foram realizadas 332 entrevistas; e 5,5% para o estrato da Região Sul, onde foram realizadas 324 entrevistas.

A Paraná Pesquisas é registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/19. A amostra é representativa dos moradores das áreas onde ocorreram as pesquisas e foi selecionada em três etapas:

  1. Sorteio probabilístico dos municípios em que ocorreriam as entrevistas por meio do método Probabilidade Proporcional ao Tamanho (PPT) com população residente acima de 16 anos;
  2. Sorteio probabilístico dos setores censitários, onde as entrevistas foram realizadas, por meio do método Probabilidade Proporcional ao Tamanho (PPT) com população residente acima de 16 anos;
  3. Seleção dos entrevistados dentro do setor censitário, foi feita utilizando-se quotas amostrais proporcionais, em função das seguintes variáveis: sexo, faixa etária, escolaridade e nível econômico

Confira o resultado da pesquisa:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar