Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

PCDF prendeu em flagrante dois homens por crime de roubo com arma de fogo

Na manhã dessa terça-feira, 05, a PCDF capturou e prendeu em flagrante dois homens pela prática dos crimes de roubo com arma de fogo

Por Mariana Haun 06/07/2022 10h25
Foto: Reprodução/PCDF

Na manhã dessa terça-feira, 05, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 10ª DP, capturou e prendeu em flagrante, na região da ADE e da Candangolândia, dois homens, de 21 e 35 anos, pela prática dos crimes de roubo circunstanciado pelo emprego de arma de fogo e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

As investigações foram iniciadas em maio deste ano e, segundo apurado, os investigados usando uma arma de fogo e de duas motocicletas, deslocavam-se para o Distrito Federal, escolhiam condutores de veículos de luxo, que transitavam pela região do Lago Sul e da Asa Sul e, após se certificarem de que esses motoristas utilizavam relógios da marca Rolex, subtraíam os objetos.

De acordo com as apurações, as condutas eram praticadas desde o início de maio deste ano. “Há notícia de que os indivíduos integram um grupo criminoso instituído há bastante tempo em Taboão da Serra sendo considerado como especializado na prática desses crimes em todo o País”, destaca o delegado-chefe da 10ª DP, Tiago Carvalho.

O último dos assaltos praticados pela dupla ocorreu na terça-feira, 05, nas proximidades de uma padaria que fica situada na QI 15 do Lago Sul, e nesta ocasião a vítima também teve o relógio da marca mencionada subtraído mediante emprego de arma de fogo.

Em diligências realizadas pela PCDF, os criminosos foram encontrados na região da ADE da Candangolândia, no momento em que se preparavam para praticar um novo assalto.

O delegado informa que os presos estão envolvidos em pelos menos seis assaltos, sendo quatro deles cometidos no Lago Sul e dois na Asa Sul. Os relógios subtraídos somam o valor de R$ 600 mil.

Caso os envolvidos sejam condenados estarão sujeitos a pena de reclusão de quatro a dez anos e multa, por cada roubo praticado, somados dois terços pelo porte de arma de fogo de uso restrito, que prevê reclusão de três a seis anos e multa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar