Na Hora H!

Motorista embriagado atropela família e mata recém-nascido

Casal de jovens, ambos de 16 anos, estavam com o filho Bernardo, que era empurrado em um carrinho de bebê

Um motorista atropelou um casal de estudantes e o filho deles, um bebê de apenas 11 dias, na última segunda-feira (11). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem, de 40 anos, realizou o teste do bafômetro, que indicou a concentração de 0.86 mg/L de álcool em seu sangue.

O caso ocorreu na Rodovia Rio-Santos (BR-101), altura de Itaguaí-RJ. Thayna da Silva e Brendom Diniz saíram de casa para ir ao aniversário de uma prima. Na ocasião, os jovens, ambos de 16 anos, estavam com o filho Bernardo, que era empurrado em um carrinho de bebê.

A mãe da estudante, uma dona de casa de 34 anos, contou ao jornal O Globo que o motorista havia parado em um acostamento próximo à residência do casal e acelerado o veículo por engano, acertando as vítimas, em seguida.

“Ele tinha bebido e fez essa tragédia, acabou com a nossa família. Minha filha não consegue lembrar de nada o que aconteceu. Está toda machucada, cheia de dores e com dificuldades para levantar e andar”, relatou a mãe.

Segundo a polícia, após atingir as vítimas, Flavio Renavato Simão dirigiu por cerca de quatro quilômetros, durante oito minutos, com Brendom preso no pára-brisa dianteiro do carro. Para que o jovem caísse do veículo, o motorista chegou a dirigir de um lado para o outro. Ainda segundo a Polícia Militar, Thayna foi arremessada em um matagal, a dois metros de distância.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por não conseguir se desvencilhar do jovem, Flavio teria ido ao Hospital Municipal São Francisco Xavier com ele. O casal foi atendido na unidade e, ao tentar fugir, o suspeito foi preso por policiais militares no estacionamento da unidade de saúde.

Na delegacia, Flavio não se manifestou e decidiu prestar declarações apenas em juízo. Ele teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

Foto: Reprodução

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar